Zuccardi Zeta 2004

O Zuccardi Zeta já é um velho conhecido meu. Já provei em degustação com o Sr. Zuccardi aqui no Brasil e depois na degustação virtual que fizemos via Winebar, lá na vinícola. Mas o meu conhecido era na verdade o Zuccardi Zeta 2006. Foi então que eu tive a oportunidade de provar o Zeta 2004 e foi uma ótima chance de comparar com o que eu lembrava do vinho e também verificar (de certa forma) a sua capacidade de envelhecimento.

A cada ano que sai o Zeta, são feitos cortes únicos. Ou seja, cada Zeta tem uma composição de uvas diferente do seu anterior e provavelmente também diferente do seu sucessor. A de 2004 teve 70% de Malbec (de Maipú) e 30% de Tempranillo (de Santa Rosa), todas de Mendoza, Argentina.

Provado em uma degustação com amigos, foi “acompanhado” do Mendel 2005, um vinho argentino de Mendoza também feito com a uva Malbec.

Mas diferente do seu companheiro, o Zeta mostrou-se um pouco mais evoluído e também com menos acidez, mas com bastante complexidade. Seus aromas de frutas vermelhas e negras estavam ainda muito presentes e fazendo uma bela parceria com o aroma mais evoluído de madeira, chocolate e tostado.

Em boca teve um final longo e sem amargor, muito correto. Eu já sabia qual era o prato a ser acompanhado (um bife de chorizo) e achei que ele não agüentaria, mas foi o campeão na harmonização, pois teve uma ótima integração com o prato.

Acho que pra conhecer esse vinho só comprando direto da vinícola ou tendo algum amigo que tenha algum guardado, como foi o meu caso (esse foi oferecido pelo Cristiano Orlandi). Mas se você conseguir, recomendo tentar fazer uma vertical com as safras de Zeta que coletar. Vai ser uma bela degustação.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

0 Comentários

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>