Mendel Finca Remota – de 2006 a 2009

Sabe quando o pai fala sobre seus filhos e você vê perfeitamente aquele amor saindo de dentro dele? Pois é isso que eu vejo quando converso com um enólogo e ele começa a contar sobre seus vinhos. E foi assim também que aconteceu quando o grande Roberto de la Mota veio ao Brasil para apresentar seus vinhos. Roberto está à frente da Mendel, que fica em Mendoza, na Argentina. Já participei de outra degustação veritical dos vinhos dele e gostei bastante (ver o post aqui).

E dessa vez eu tive a grande oportunidade de participar de outra vertical, dessa vez dos vinhos Finca Remota, que são os tops da vinícola. Provei o 2006, o 2007, o 2008 e o 2009 (que ainda nem está sendo comercializado). Sem dúvida é um privilégio poder participar de um evento com um enólogo que sabe tanto e que pode passar pra gente a emoção da elaboração dos vinhos.

Roberto esteve em São Paulo a convite da Expand e falou sobre todas as safras, que eu comento rapidamente aqui.

Finca Remota 2006 – Foi a primeira safra desse vinho e de todas, foi a que eu mais gostei. Infelizmente não tem mais para vender. Tem uma cor violeta muito presente, começou com aromas fechados (não aparecendo muito), mas depois se abriu para frutas vermelhas e um toque de evolução bem interessante. Mostrou bastante acidez, o que demonstra que daria para guardar ainda muito tempo esse vinho.

Finca Remota 2007 – Também tinha bastante acidez e toque de frutas maduras (cereja, amora). Tinha um pouco menos de aromas na taça.

Finca Remota 2008 – Segundo de la Mota, foi um ano muito particular, mais frio que 2007. Aromas de amora verde me vieram logo à cabeça, lembrando quando eu pegava esses frutos direto do pé da chácara da minha família (bons tempos). Taninos muito presentes e ainda um pouco verdes o que denota que o vinho ainda precisa evoluir e pode ser guardado. O final apresentou um pouquinho de álcool sobrando. Se tiver um desses aí, recomendo decantar um pouco.

Finca Remota 2009 – Uma porrada. Mais adocicado que os outros e ainda muito jovem, mas para quem gosta de Malbecs potentes, vai se deliciar com esse. Não sei quando virá para o mercado ainda.

Meus dois preferidos foram os das pontas: 2006 pela sua complexidade e o 2009 pela sua potência.

Os vinhos Finca Remota custam R$ 248,00 na Expand.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>