Vinhos Matetic na Grand Cru

Essa semana foram apresentados os vinhos da Matetic pela Grand Cru, em degustação realizada na loja da Bela Cintra. A degustação contou com a presença da Enóloga, a Sra. Paula Cárdenas, o seu diretor de exportação e o proprietário. Todos pessoas bastante simpáticas e agradáveis.

A Matetic é uma vinícola chilena relativamente nova, que foi fundada oficialmente em 1999. Seus proprietários, de origem croata, emprestaram seu sobrenome aos vinhos. São 120 hectares de vinhedos orgânicos e certificados, localizados no Vale do Rosário, que fica a 120 km de Santiago, a capital.

Possuem duas linhas de vinhos. A EQ (que vem de equilíbrio) e a Corralillo (que é o nome da antiga bodega que se situava no mesmo local). São vinhos muito aromáticos e com grande caráter. Vinhos para se beber com carinho, pois demonstram realmente uma ótima qualidade e esmero na produção.

Foram provados 5 vinhos, que relato aqui um pouco sobre eles.

EQ Sauvignon Blanc 2009
R$ 59,00
Pra mim foi um dos melhores vinhos do dia. É um Sauvignon Blanc com grande tipicidade, com aromas muito francos e intensos de frutas brancas e cítricos. Aparece também o famoso  “xixi de gato”, mas sem incomodar. Na boca, grande refrescância, excelente acidez e aquela sensação de “picar a língua”. Seu final é bem longo e saboroso. Um grande vinho por um valor excelente.

EQ Pinot Noir 2008
R$ 130,00
Ao ser servido, esse vinho exalou seus aromas de longe. Possui uma coloração mais intensa do que os Pinot Noirs da Borgonha e chega até a parecer um vinho mais encorpado. Aromas de frutas vermelhas frescas com um leve toque de madeira. Em boca é um pouco mais quente do que eu esperava, mas tem taninos muito agradáveis e macios. Final de média intensidade, mas bem correto. É um Pinot Noir que acompanha os pratos já bem conhecidos como patês suaves, pratos à base de frango sem muito tempero, mas que pode-se arriscar com outros mais carregados.

Corralillo Corte 2007
R$ 85,00
Como o próprio nome diz, é um corte. Tem 44% de Cabernet Franc, 30% de Merlot e 26% de Malbec. Um vinho bem aromático e de coloração bastante intensa. Toques de frutas vermelhas adocicadas e um leve aroma animal (couro), contrastando com aromas de chocolate. Bastante macio em boca e com um final de média intensidade, mas sem amargor. A enóloga recomenda guardar esse vinho por mais um ou dois anos, pois ele deve evoluir. Concordo com ela e acho que via tornar-se um vinho de ótimo custoXbenefício.

Corralillo Syrah 2008
R$ 85,00
Esse vinho tem uma impressionante intensidade cromática. Intransponível. Pinta a taça ao ser agitado. Aromas ainda fechados, com toques de madeira, chocolate, groselha e especiarias. Em boca mostra um bom corpo e taninos bem tratados. Com certeza vai evoluir ainda mais com o tempo, mas também está pronto para consumo, desde que com pratos bem estruturados.

EQ Syrah 2007
R$ 140,00
Uma “jóia” da vinícola, que se mostra com uma coloração ainda mais intensa. Feito a partir de vinhas antigas que produzem apenas 2kg por planta. As raízes antigas das plantas permitem que os nutrientes sejam buscados bem no fundo do solo, trazendo boas características aos vinhos. Tem um leve toque herbáceo, frutas vermelhas maduras, especiarias. Em boca, ótimo corpo, tanino de excelente qualidade e muito equilíbrio. Final longo e sem amargor. Realmente é um grande vinho.

Mais uma vez agradeço o pessoal da Grand Cru (e a Camila Perossi, a simpática assessora) pela excelente degustação. Foi muito bom conhecer esses belos vinhos, que chegaram recentemente à Grand Cru (estavam em outra importadora). Ainda sobre a bodega, eles estão abertos à visitação e ao turismo. Pelas imagens, trata-se de uma vinícola que vale a pena conhecer. Para saber mais sobre eles, acesse o site da Matetic aqui.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

0 Comentários

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>