Vinhos de Sobremesa

dessertwineVocê está num jantar harmonizado, que teve uma entrada leve com um vinho branco, um prato principal com um bom tinto (dependendo do prato, foi até encorpado) e então vem a sobremesa. E o que trazem para você beber com aquela torta de frutas com calda vermelha? Uma tacinha de um vinho meio licoroso… É o tão famoso vinho de sobremesa.

Os vinhos de sobremesa são feitos (geralmente) com as mesmas uvas que fazem os brancos e tintos, mas elas são colhidas tardiamente. Alguns produtores até deixam elas caírem do pé e passarem um ou dois dias no chão, “passificando”… Isso faz com que a uva produza mais açúcar e o vinho fique mais doce.

Alguns vinhos não ficam passificando, mas são “botrytizados”. Isso quer dizer que eles foram atacado por pela Botrytis cinerea, um fungo que, ao contrário do que podemos imaginar, não estraga a uva, mas deixa ela também com um teor licoroso, delicioso. É chamada de “podridão nobre” (dá pra imaginar?).

Os vinhos de sobremesa mais famosos são os Souternes de Bordeaux, os Tokajis, ou Tokays, da Hungria e os vinhos do Porto.

Esses têm em geral uma vida longa, podendo ser guardados por décadas (e ficam até melhores). Mas a gente consegue encontrar também vinhos bons e acessíveis, até nacionais, de sobremesa. Vale a pena experimentar, principalmente com doces.

Em outro post falaremos sobre harmonização de vinhos de sobremesa. Por enquanto ficamos só na entrada…

E você, conhece algum vinho de sobremesa bom? Manda pra mim!

 

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

7 Comentários

  1. 1
  2. 2

    Daniel,

    Norte americano tem o interessante Viognier Doux, chileno tem, além dos dois fantásticos que o Alexandre indicou (melhores em custo benefício), o Villard Late Harvest (botritizado…), Anakena Late Harvest 2006 e o Casas del Bosque Late Harvest 2006.

    Português tem o Herdade do Esporão LH 2006, ainda de reflexos verdeais e com muitos anos de garrafa pela frente.

    Forte Abraço!

    Cristiano
    Vivendo Vinhos

  3. 3

    Oi Alexandre. Obrigado pelas dicas. O da Concha y Toro eu conheço e acho muito bom. O Tabali eu não conheço, mas vou colocar na minha lista.
    Um abraço
    Daniel

  4. 4

    Olá Cristiano
    Obrigado pelas dicas. Por favor me mantenha informado caso comente sobre algum deles, ok?
    Um abraço
    Daniel

  5. 5
  6. 7

    Daniel,

    Vendo este post tenho certeza que tocamos em um assunto não muito explorado sobre os vinhos de sobremesa. Eu como um grande apaixonado por estes vinhos acabo os consumindo muito mais do que somente em “sobremesas” e também invisto muito em minhas viagens.

    Neste assunto dou muita atenção à África do Sul pelo excelente trabalho na produção destes vinhos.

    Tenho alguns posts sobre os vinhos de sobremesa. Seguem os links abaixo.

    Mullineux Straw Wine 2010: http://www.qualvinho.com.br/?p=417
    Château d’Yquem 1988 e 2010: http://www.qualvinho.com.br/?p=295
    Château d’Yquem 1997: http://www.qualvinho.com.br/?p=262
    Château d’Yquem 1999: http://www.qualvinho.com.br/?p=227

    Um Abraço,
    Raphael Malagó

  7. 8

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>