Valdivieso Reserva Carmenère 2005

Com o intuito de conhecer melhor os vinhos do Chile para a visita no final do ano, comprei esse Reserva dessa vinícola que há tempos me chama a atenção.

Como estava em promoção, era o que eu precisava para arrematar uma bela garrafa dessa uva que ainda me intriga e tentar decifrá-la.

Feito! Estou aqui escrevendo com a minha tacinha de degustação ao lado. Tacinha que me acompanha já há mais de ano e que, companheira de guerra, me ajuda a encontrar aqueles aromas mais escondidos naquelas grande e belas taças que a gente usa em outras ocasiões.

Mas vamos ao vinho. Sua garrafa já tem certa imponência e peso, ajudando a já termos uma boa impressão desse vinho.

Sua coloração vermelha intenso, que me lembrou sangue, complementou a idéia de seu corpo. Parecia que eu estava vertendo um líquido pesado na taça.

Após alguns instantes de aeração (esse precisa dar uma respirada), enfim os aromas. Achei uma grande variedade e fiquei bastante feliz.

Inicialmente, somos tomados por um aroma de cassis e de cerejas frescas. Alguma especiaria aparece timidamente e aos poucos um aroma de chocolate vai se desinibindo e nos deixando mais encantados. Acontece então uma fusão desses aromas, trazendo até algumas pontas mentoladas.

Como de praxe, busquei a tão comentada goiaba que aparece sempre nos vinhos chilenos. Sim, encontrei, mas nada muito forte nem em desarmonia com o restante dos aromas.

Em boca, o vinho não foi tudo o que eu esperava. Seu corpo é médio e tem uma boa adstringência, porém a permanência é pequena e o amargor, tanto no final quanto no resíduo é forte. Isso me incomodou um pouco, principalmente porque eu não estou comendo nada. Acredito que se acompanhado de uma comida, isso vai ser resolvido (assim espero).

Eu não sou grande fã de Carmenères, mas esse até que me deixou grato.  Pra falar a verdade, digo que não sou fã, mas ao mesmo tempo não conheço muitos rótulos dessa uva emblemática desse país. Merece sim, sem dúvida, aprofundamento para melhor conhecimento e quem sabe, mudar meus gostos?

You Might Also Like

2 Comentários

  1. 1

    Apreciei esse vinho acompanhado de um ravioli ao molho carbonára e agradou muito.
    Gosto muito dos caberneres e esse, até o momento, é o melhor que apreciei.
    Um abraço.

  2. 2

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>