Um giro pelas bodegas do Uruguai

No mês de Junho/2015 eu estive por uma semana no Uruguai, visitando bodegas por lá, conversando com os produtores, provando um pouco da culinária e ainda aproveitei um evento chamado “Festival do Tannat e doCordeiro”, que eles fazem com o apoio de várias bodegas, com festividades diferentes em cada uma delas.

Foi um grande prazer visitar novamente este país que é pequeno em tamanho físico, mas grande quando se fala em coragem do seu povo e principalmente em simpatia. Quem visita o Uruguai certamente fica encantado com a hospitalidade como o pessoal de lá trata todo mundo, com a comida e claro, com os vinhos. E especificamente sobre esse tema, desta vez eu pude perceber algumas coisas, que valem a pena ficar de olho quando você for considerar a compra do seu próximo vinho da região da América do Sul:

Qualidade
Sabe aquela ideia que você tinha que o Tannat é um vinho duro, pesado e muitas vezes parecendo uma “lixa” na boca? Esqueça! Os produtores estão trabalhando cada vez mais com técnicas apuradas e preparando vinhos mais redondos, macios e muito aromáticos

Diversidade
O Uruguai não vive só de Tannat e pra falar a verdade, os vinhos que mais me chamaram a atenção foram os de outras variedades. Sauvignon Blanc, Viognier, Merlot, Tempranillo, Pinot Noir e até Touriga Nacional. Procure as novidades e vai ver um Uruguai bem diferente.

Preço
Os vinhos do Uruguai continuam com um diferencial excelente, que é o preço. Você encontra grandes vinhos de lá, com preços de vinhos médios da Argentina, por exemplo. Não sei qual é a mágica, mas eu acho que vale a pena pensar nisso, principalmente em momentos em que a economia está um pouco estranha.

E para completar, fique ligado nos próximos posts pois eu vou contar um pouco mais sobre a visita, sobre os vinhos provados e dar algumas dicas legais para quem quer ir pra lá.

Então prepare sua parrilla, abra seu vinho e aproveite a viagem (e aqui tem um vídeo que vai te ajudar a entender um pouco melhor o ambiente por lá).

Para mais informações e preparação da viagem, veja o site da Wines of Uruguay e do Los Caminos del Vino.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

Um comentário

  1. 1

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>