Trapiche Roble Syrah 2008

Já comentei aqui sobre o Trapiche Melodias Malbec e também sobre o Trapiche Roble Colección Syrah. Como já falei nos posts anteriores, a Trapiche é uma empresa que tem uma linha muito grande de vinhos e que as vezes até me confunde um pouco. Confesso que de vez em quando fico em dúvida se já provei determinado vinho, de tantos que eles têm. Mas enfim, é melhor mais do que menos, nesses casos.

Esse é um vinho da linha “Roble” que tem como característica ser jovem, passando 12 meses em barricas de carvalho para afinamento antes de ser engarrafado para ser comercializado. Os vinhedos são localizados em Mendoza, que é a região mais famosa para a produção de vinhos na Argentina.

Fiquei impressionado com a força e potência desse vinho. Mostrou uma coloração rubi muito intensa e intransponível. No nariz, aromas evoluídos e adocicados, com tendências para o café, chocolate e um leve tostado. As frutas estavam presentes junto com um leve toque de especiarias, mas praticamente “sufocadas” por esses outros aromas.

Em boca, apesar de seus 14% de álcool, não me pareceu um vinho muito quente. Equilibrado, com bons taninos e um final longo.

Realmente, esse é um vinho que me agradou bastante pela sua qualidade, mas é claro que com essas características, é preciso harmonizar com uma comida também bastante estruturada e talvez até com uma leve picância para ele não passar por cima. É um vinho que “atropela” as comidas mais leves.

Se você gosta de vinhos mais fortes e encorpados, esse é um bom exemplar. Depois me conte o que achou.

Abraços

Daniel Perches

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>