The Wolftrap Blend 2008 #cbe

Hoje é o tão esperado dia de estréia da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2010, então para comemorar, temos uma edição especial da Confraria Brasileira de Enoblogs. E nada mais propício do que falar sobre um vinho da África do Sul, que nos brinda com belos exemplares.

Escolhi então o The Wolftrap Blend 2008, que é um corte de Syrah, Mourvedre e Viognier. Gosto bastante dos cortes tintos que levam uvas brancas em sua composição. Acho que dá um caráter aromático muito interessante e também uma boa acidez.

Além da composição, o que me chamou a atenção foi o seu preço. Custa em torno de 42 reais na importadora Mistral (e um pouco mais nas lojas especializadas). Pareceu-me uma boa compra.

Vinho provado e vamos às impressões: apresentou uma coloração rubi bastante intensa e com um leve halo de evolução. Sua tampa em formato screwcap (rosca) já dava indícios de que é um vinho para consumo imediato. O seu halo aquoso me trouxe mais um desses indícios (e na verdade praticamente a comprovação).

No nariz, aromas muito interessantes de frutas contrastando com toques florais. Havia um pouco de álcool sobrando no começo, mas que se dissipou com o tempo. Os seus aromas apareceram fortemente no começo e depois sumiram um pouco. Mas depois de um tempo, eles voltaram a habitar a taça, formando de novo um belo composto aromático.

Em boca apresentou boa acidez e bons taninos. Só achei que ficou devendo um pouco no seu retrogosto. Ligeiro demais para mim.

No geral o vinho foi muito bem e é um que eu compraria novamente para beber descompromissadamente com amigos. O The Wolftrap é do mesmo produtor do Chocolate Block, esse sim uma “porrada” de vinho, que é diferente de tudo o que eu já vi antes. Para mais informações sobre os vinhos, o site deles é esse: http://www.boekenhoutskloof.co.za/

Vale a pena acessar e conhecer o mapa interativo que eles têm, mostrando as parcelas de cada cepa plantada. Idéia muito bacana.

Agora ficamos com o jogo do Brasil, torcendo para a nossa Seleção.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

6 Comentários

  1. 1

    Daniel,

    postamos sobre o mesmo vinho e, pelo visto, tivemos impressões semelhantes, embora escritas de forma distinta.

    Fiquei satisfeito e até certo ponto surpreendido.

    Saúde!

  2. 2

    Gil

    Sem dúvida, é um bom vinho. Como você mesmo falou, um pouco ligeiro, mas acho que (pelo menos no meu caso) eu esperava algo mais persistente. Pelo jeito você também esperava, não é mesmo?

    Um abraço
    Daniel

  3. 3

    Daniel,

    Prove o Synergy Beyerskloof. Tem na Mistral. É mt bom. Comprei junto com este Wolftrap, Kadete e Porkupine Ridge Syrah.
    Todos bons.

  4. 4
  5. 5
  6. 6

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>