Terrazas de los Andes

Essa era uma das bodegas que eu estava mais ansioso para conhecer na minha viagem à Mendoza. A visita, que teve 15 vinícolas no percurso, foram escolhidas depois de muito pensar, trocar, ver distâncias, ficar chateado por não poder ir a uma ou outra, mas eu tinha algumas dentro do roteiro que eu tinha uma curiosidade maior. A Terrazas de los Andes era uma delas.

E as minhas expectativas foram superadas. Fomos até Lujan de Cuyo, onde fica a bodega e o casarão, que é onde se recebe os visitantes/turistas e também os hóspedes. Um lugar incrível, com um silêncio impressionante e uma paz de se dar vontade de não sair mais de lá. Os quartos do casarão são todos com nomes de uvas e claro que a suíte Malbec é a maior e mais luxuosa. Mas luxo lá nem importa muito, porque o gostoso mesmo deve ser o café-da-manhã servido na mesa grande da sala, em conjunto com todos os hóspedes, ficar no jardim descansando e claro, apreciando os bons vinhos da casa.

A vinícola, de proprietários franceses, produz vinhos muito elegantes, refinados e longevos. O seu vinho top, o Cheval des Andes é uma parceria com o Chateau Cheval Blanc, da França. Dá pra imaginar a qualidade do vinho para que eles tenham colocado “Cheval” no nome, não é mesmo?

Pra ficar hospedado no casarão é preciso fazer reservas e como são só 3 ou 4 quartos, não deve ser fácil de conseguir vaga, mas vale a pena tentar. Você não vai querer mais sair de lá.

Dessa vez não fiquei hospedado lá, mas toda a viagem (inclusive hospedagens, que foram no Hyatt e no Intercontinental) foi organizada pela Mendoza Holidays, uma agência de viagens muito competente e que faz o roteiro que você quiser. Eu, que não gosto daqueles pacotes fechados, fiquei contente com a flexibilidade deles. Vale a pena conhecer.

E se conseguir ficar no Terrazas, depois me conte como é. Fiquei curioso e com vontade de voltar. Para saber mais sobre a vinícola, acesse o site por aqui.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

2 Comentários

  1. 4

    Olá Daniel!

    Estou com a maior dificuldade para contatar essa vinícola para agendar uma visita e um almoço… Estou chegando em Mendoza em 08/06, sei que é necessária a antecedência, mas não tenho recebido respostas aos meus 3 emails já enviados….

    Alguma dica quente?

    Obrigada!
    Fernanda

  2. 5

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>