Quara Torrontés 2008

quara_torrontesEu conheci essa uva há pouco tempo, mas gosto muito dela. O que eu acho interessante nos vinhos Torrontés é que o aroma é muito intenso. Parece que estamos dentro de um bouquet de flores. Essa uva é muito aromática e aliás, muito mais aromática do que saborosa. Calma, eu explico: é que no nariz tem tanta flor e frutas frescas, que quando bebemos, se não estivermos devidamente avisados e abertos a entender o vinho, ficaremos até decepcionados. Mas é uma ótima uva, que produz excelentes vinhos.

Esse Quara Torrontés 2008 que eu provei é da Argentina, de Cafayate Valley. Lá eles tem uma certa tradição com essa uva.

O vinho tem uma coloração amarelo palha claro, muito límpido. No nariz, como já falei, aromas de flores brancas e de frutas brancas frescas. Muito perfumado, esse vinho me leva para campos de flores.

Em boca, tem um corpo leve e frutado, ressaltando um pouquinho a sua acidez. Sua persistência não é muito longa, mas coerente.

É um vinho para o dia-a-dia, que tem um ótimo custo x benefício (está custando em torno de 18 reais), pra quem quer experimentar vinhos diferentes do trio “Chardonnay / Sauvignon Blanc / Riesling”, mas não devemos esperar muito dele. Acredito que deve acompanhar bem algumas sementes mais fracas e frutas secas. Talvez um damasco seco vá bem como ele.

Se está procurando conhecer essa uva, esse vinho vai ser uma boa escolha. É verdade que eu já tomei melhores, mas esse é justo.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>