Provei os vinhos da Selene (Argentina)

Eu comentei neste post sobre os vinhos da Selene, há algum tempo. Conheci o proprietário da vinícola em um evento em São Paulo, mas não tive oportunidade de provar seus vinhos.

A oportunidade chegou e pude degustar os 3 rótulos que estão no mercado agora e gostei bastante. Os vinhos são feitos lá na bodega O. Fournier, na Argentina, sob a responsabilidade dos enólogos da casa, então já chegam ao Brasil com uma chancela de qualidade.

Selene-MalbecO Selene Joven Malbec 2014 é um vinho que tem um bom corpo e uma ótima acidez, deixando o vinho vivo, intenso e fácil de beber, mesmo que seja sem acompanhamento. Vem com um bom preço (em torno de 65 reais). Já o Selene Reserva Blend 2010 é diferente, feito com uma composição de uvas bem interessante, que tem Malbec, Cabernet Sauvignon, Tempranillo e um pouco de Touriga Nacional. Uma combinação inusitada que dá um vinho super aromático e excelente para harmonizar com uma carne de churrasco mais gordurosa, como um bife ancho.

Quando chegamos no Gand Selene Malbec 2010, a história é outra. Vinho mais encorpado, com aromas ainda fechados e que merece ser colocado no decanter por algumas horas antes de servir. Vai bem principalmente com carnes ensopadas e pode até dar uma caprichada na pimenta e nos temperos que não vai ter problema. Ele vai aguentar.

Para nós brasileiros que gostamos tanto dos vinhos argentinos, essa pode ser uma boa pedida para conhecer mais um rótulo e o melhor, de proprietários brasileiros.

Se quiser comprar os vinhos da Selene, pode ver aqui.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>