Projeto Imagem Nacional – 1o dia de visitas

Conforme prometido, começo hoje a relatar a minha viagem ao Sul do Brasil. Escrevo diretamente do Vale dos Vinhedos, onde estou a convite do Ibravin para a cobertura da Avaliação Nacional de Vinhos e também para participar de mais uma “etapa” do Projeto Chamado “Imagem Nacional”, que é uma iniciativa do Ibravin para aproximar jornalistas e formadores de opinião das vinícolas e produtores.

Chegamos em Porto Alegre e fomos recebidos pelo pessoal do Ibravin, sempre muito simpático e solícito. Fomos diretamente para a Casa de Madeira, que produz excelentes geléias e sucos de uva (branca e tinta) e está preparando alguns novos produtos, como antepastos. O almoço, como sempre, é à moda da casa, com muita comida e claro, harmonizado com bons vinhos da Casa Valduga (empresa irmã).

Posteriormente tivemos uma bela apresentação sobre o panorama vitivinícola no Brasil, com direito a um bate papo (em vídeo, que será posteriormente publicado) com o Dr. Protas, que é um pesquisador da Embrapa e que me assegurou que realmente não só é possível mas com é mesmo extraído até mais de 5 safras por ano no Vale do São Francisco.

Fomos então para a Vinícola Aurora, uma das pioneiras no Brasil em vinificação. Conversei então com o Marcos Salton, vice-presidente da Asprovinho, que é a associação dos vinicultores de Pinto Bandeira. Vimos, em primeira mão, o lançamento do selo de Indicação de Procedência. Um belíssimo passo rumo à Denominação de Origem e que mostra a seriedade do trabalho do pessoal por lá.

Pra encerrar o dia, um tour pela Vinícola Aurora, que sempre vale a pena e depois um jantar, com degustação de alguns vinhos como Pequenas Partilhas Carmenere, o Chardonnay Reserva 2009 e dois espumantes.

O clima por aqui, como sempre, é de muita alegria e de vontade de crescer. Legal conversar com produtores, que são quem realmente “sua a camisa” para fazer os vinhos que vamos consumir um dia. O Brasil já tem ótimos vinhos, que muitas pessoas realmente não conhecem, mas o mais importante que me parece é a vontade de melhorar cada vez mais.

Hoje provamos um espumante ainda sem rótulo, que só será apresentado no dia 07 de outubro. Não sabemos nem o nome do produtor, só sabemos que é de Pinto Bandeira, mas é um excelente espumante. Só ouvi elogios (e eu também só tenho a elogiar), mostrando que precisamos realmente conhecer os vinhos que temos por aqui.

Eu estou conseguindo belas entrevistas por aqui, mas como o tempo é curto, eu vou deixar por hoje só um trecho da conversa com o Enólogo Marcos Salton, da Valmarino, falando sobre a uva Peverella. Provei um vinho feito com essa uva recentemente com amigos blogueiros e ela foi bastante polêmica. Uns adoraram, enquanto outros nem conseguiram passar do primeiro gole. Marcos me contou que cortou seus pés dessa uva e trocou por Chardonnay. Veja porque.

Em breve publicarei os vídeos e amanhã tem mais resumo do dia aqui no Vale dos Vinhedos, sobre a Avaliação Nacional de Vinhos 2010. Durante o dia, publico o que está rolando via Tumblr e Twitter.

You Might Also Like

2 Comentários

  1. 1

    Amei voce como entrevistador, principalmente indo atrás da Peverella em Pinto Bandeira, muito sugestivo…site bacana também tá de parabéns.

  2. 2

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>