Pol Clemént Brut

Sabe aqueles vinhos que você sempre vê nas prateleiras das lojas e supermercados, mas sempre fica na dúvida na hora de comprar e acaba levando outro? É mais ou menos assim a minha história com esse espumante francês. Sempre vi no supermercado Carrefour e sempre acabei levando outro ao invés dele. Mas dessa vez resolvi acabar com essa história: trouxe ele pra casa, mas junto com outro espumante brasileiro!

Na verdade acho que tenho um certo problema com espumantes franceses que não são da famosa região de Champagne. Meu problema é que a maioria que eu provei me decepcionou um pouco. Não sei se eu esperava muito, mas não fiquei muito impressionado com o que vi. São poucos os que me agradam.

Mas esse foi uma grata surpresa, pois é um espumante agradável, leve e fácil de beber. Produzido no Vale do Loire pela gigante CFGV – Compagnie Française des Grands Vins, é feito pelo método charmat (segunda fermentação em tanque) e com as uvas Chenin Blanc, Sauvignon Blanc e Ugni Blanc.

Apresenta uma coloração palha clara, com uma boa espuma e bom perlage. No nariz o que me chamou a atenção foram as notas com toques de fermento, lembrando os espumantes mais evoluídos. Brioche, pão tostado e frutas brancas se misturaram bem fazendo um belo bouquet.

Em boca eu senti falta de um pouco mais de acidez. A sensação que eu tive é que ele é melhor no nariz do que na boca, mas é um espumante correto. Seu final é de média persistência e sem amargor.

Vai bem com entradas leves, mas eu resolvi arriscar com uma carne de porco, seguindo uma antiga recomendação do amigo Álvaro Galvão. Foi muito bem e inclusive bateu o vinho tinto que eu tinha também junto, para fazer a comparação.

Esse eu comprei no Carrefour, mas é importado pela Ravin. Custa em torno de 35 reais.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

4 Comentários

  1. 1

    Daniel,
    Boa noite. Confesso que tambem tenho um certo preconceito com vinhos/espumantes do velho mundo nessa faixa de preco. Por R$35 considerando margem de lucro da loja, do importador mais impostos deve custar menos de 5 euros la fora.
    Voce comentou que tambem comprou um espumante brasileiro. Nessa faixa de preco , quem ganha ???
    Abs,
    Ale

  2. 2
  3. 3

    Daniel,parabens.
    Por isso que gosto do seu blog. Comenta vinhos de todos os niveis sempre com isencao.

    Abs,
    Ale

  4. 4

    Olá Alexandre, obrigado.
    Falar de grandes vinhos é sempre “mais fácil”, mas acredito que temos que tentar entender todos os vinhos, pois eles sempre nos trazem algo de bom. É claro que alguns realmente não são possíveis de extrair algo, mas felizmente são exceções.
    Um abraço
    Daniel

  5. Pingback: Pol Clemént Rosé

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>