Pajarete, o vinho de missa do Chile

O pessoal do MOVI (Movimento dos Vinhateiros Independentes do Chile) esteve no Brasil em Novembro/2012 para apresentar seus vinhos. Os caras são irreverentes e inovadores e gostei muito do que trouxeram para provarmos.

Tinha basicamente vinho branco e tinto (mais tinto, é claro), mas de repente apareceu o tal do Pajarete, que me chamou a atenção não só pela qualidade do vinho, mas pela história que ele tem.

Pajarete foi por muito tempo o “vinho de missa” do Chile. E eles faziam com uvas brancas como a Moscatel e adicionavam uma espécie de xarope no vinho, provavelmente para deixá-lo ainda mais doce.

A vinícola Armidita resolveu produzir esse vinho, que no caso deles é feito 100% com Moscatel de colheita tardia, produzido no Atacama. Aliás, fazer Pajarete só é permitido no Atacama e em Coquimbo.

Mais do que um vinho doce, de sobremesa, é um vinho que tem história. Infelizmente ainda não está no Brasil, mas você pode ver as Notas de Degustação do Armidita Pajarete aqui

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

0 Comentários

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>