O famoso Jerez Tio Pepe

Os vinhos de Jerez não são muito consumidos aqui no Brasil, portanto pode ser que você nem tenha provado algum ainda. Então eu sugiro que prove, pois é um mundo à parte. Fino, Oloroso, PX (Pedro Ximenes), Solera, são só alguns dos tipos que você pode encontrar, e como já deve ter notado, são bem diferentes dos “tradicionais” que temos nos vinhos finos.

E uma das marcas mais conhecidas no mundo (se não for a mais conhecida) é o Tio Pepe (Importadora Inovini). Produzido há muito tempo pela González Byass em Jerez de la Frontera (bem ao sul da Espanha), é um vinho fortificado, que tem um toque salino típico dos vinhos Jerez Fino, mas que é fácil de beber e acredite, bem gastronômico. Neste caso, as uvas Palomino são fermentadas e depois recebe adição de aguardente vínica. Depois passam cerca de 4 anos em tonéis de carvalho para amadurecimento permanecendo sob um “véu de leveduras” que cresce espontaneamente na superfície do vinho. É um processo super característico da região e que vale a pena conhecer de perto.

Estive recentemente almoçando com o pessoal da importadora e pude conhecer um pouco mais da história, que você pode ver também no vídeo abaixo. Provei também esse vinho com alguns embutidos e deu muito certo (aliás, certo demais). Depois, até com o prato principal, uma rabada com polenta, ele não ficou para trás (embora o outro vinho, o Alfonso, tenha sido melhor. Mas isso eu conto em outro post).

O legal é que o Tio Pepe você encontra em muitos lugares para comprar. Tem até boteco que tem Tio Pepe em dose (e se encontrar, vale a pena provar. Vai gastar pouco).

Para quem curte experimentar diferentes tipos de vinhos, vale a prova com o Tio Pepe. Em breve conto sobre os outros do mesmo produtor que estão por aqui no Brasil.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>