Nederburg Winemaster’s Pinotage 2016

Recebi esse vinho com uma carta, que dizia para que eu provasse ele e pensasse em uma boa harmonização. Como gosto de desafios e também de beber um bom vinho, mandei bala. Coloquei o vinho na adega para climatizar um pouco e comecei a pensar no que fazer para acompanhar.

Primeiro, falando um pouco sobre o vinho, o Nederburg Winemaster’s Pinotage é um vinho bem produzido, redondo, com muito aroma de fruta e sabores que lembram as frutas negras, com um leve toque de folhas e um pouco de pimenta. Não é dos mais levinhos, mas também não é super estruturado, então não cansa fácil. Aliás, pelo contrário, dá para beber ele em diversas situações.

E para fugir das harmonizações óbvias, eu busquei algo que tivesse ao mesmo tempo a estrutura da carne (de boi, no caso), quanto um pouco de tempero, mas que poderia até ser mais “nervoso”, pois sabia que o vinho aguentaria. A solução foi um steak tartar, feito com filé-mignon. Para quem não conhece esse prato, é feito com carne crua bem picadinha, com temperos como mostarda, alcaparras e alguns outros “truques” que cada um tem o seu.

Deu muito certo e foi legal ver que o vinho realmente tem essa versatilidade. É claro que dá para acompanhar uma boa carna assada ou até na brasa, mas aí, como já disse no começo, seria mais óbvio.

Valeu, Nederburg e Vinhos da África do Sul, pelo desafio. Gostei da brincadeira e vou fazer o mesmo com o Nederburg Winemaster’s Sauvignon Blanc e depois conto aqui.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>