Morandé Edición Limitada Carignan 2007

Eu tenho uma “história de amor” com a Morandé. Foi um dos primeiros vinhos que eu comprei em uma loja especializada e que tinha uma qualidade superior e que eu pude começar a reconhecer aromas, sabores, etc.

Além disso, na ExpoVinis 2010 eu tive o grande prazer de conhecer o Pablo Morandé, que é praticamente uma lenda viva do vinho chileno e conversar um pouco com ele. Don Pablo já está com a idade avançada, mas na sua conversa calma e pausada tem muita sabedoria.

E um dos vinhos que eu gosto muito deles é o Carignan. Dizem que Pablo Morandé soube domar a casta como poucos. Se isso é verdade ou lenda eu não sei. Só sei que o vinho é realmente muito legal e vale a prova.

O Edición Limitada Carignan 2007 é produzido no Vale do Maipo e tem aromas de frutas vermelhas, especiarias e um toque animal (como carne mesmo), tudo integrado e fazendo uma dança na taça.

Na boca tem um corpo médio e taninos muito macios e um final levemente adocicado. Em geral eu não gosto dos finais adocicados para os vinhos tintos, porque acho que dificulta um pouco a harmonização, mas esse em especial não me incomoda. Acho que faz parte do vinho e que confere a ele um certo caráter.

Não é um vinho barato (custa em torno de 120 reais na Expand), mas é um vinho que eu acho que vale a pena. Não só pela casta diferente (eu provei poucos vinhos feitos 100% com Carignan até hoje), mas também por ser um dos vinhos tops do Chile (na minha humilde opinião, é claro).

Se provar, depois me diga se estou sendo influenciado pelo meu “amor” pela Morandé ou se o vinho é bom mesmo.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>