Montes Late Harvest 2008

montes_late_harvestSempre declaro meu fascínio pelos vinhos de sobremesa, e sempre que posso, busco uma novidade.

E foi assim que eu encontrei esse chileno, que é importado pela Mistral. Em conversa com a minha vendedora, a Aline, chegamos a essa indicação. O pedido era de um vinho de sobremesa com um bom custo (abaixo dos 50 dolares) de qualidade.

Feito com uvas botrytizadas (podridão nobre) da casta Gewurztraminer, mostrou em taça um amarelo dourado muito bonito. Não tem aquela cor já mais escura (âmbar) dos grandes vinhos de sobremesa franceses, mas também acredito que seja em parte por ser bastante novo.

No nariz, ótimos aromas bem doces de flor de laranjeira, mel e romã. São aromas profundos e intensos.

Em boca, um bom corpo, mas me pareceu que tinha um pouco de acidez sobrando. Seu final não é dos mais longos, principalmente considerando ser um vinho de sobremesa.

É um vinho, como disse, para o dia a dia, com um bom custo. Vai bem com sobremesas leves e não muito doces. Sugiro não arriscar com algo muito melado, pois vai esconder o vinho.

O melhor dele fica por conta do preço: 30 dólares (meia garrafa). Mas se quiser um vinho desse tipo bom mesmo, peça pra Aline o Chateau Coutet 1996 que eles têm lá na Mistral. Esse sim vai ser um néctar.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>