Miolo Gamay 2010

Esse vinho fez parte do meu “desafio de vinhos”, onde eu levei 100 reais para comprar vinhos de qualidade em um outlet. Consegui trazer 4 garrafas e você pode ver o resultado no vídeo aqui.

Ficou um tempo guardado, esperando o momento certo, e nada melhor do que um final de dia para ele ser degustado junto com alguns petiscos leves, num happy hour improvisado, mas daqueles “relaxantes”.

O Miolo Gamay entrega a sua promessa: um vinho descomplicado, leve, para ser bebido jovem. E é assim que devemos tratar os gamays em geral (exceto os Beajoulais Villages, que são outra história, que podemos até falar sobre isso depois).

O vinho apresentou uma coloração rubi clara, bastante translúcida. Seus aromas lembraram notas de frutas vermelhas frescas (cereja principalmente). Em boca foi bem leve, com acidez mediana e final curto, mas justo.

Se soubermos entender o vinho, esse será uma boa compra. Mas não espere grande complexidade ou estrutura dele. Não é essa a proposta. E como eu disse, ele cumpriu a sua promessa. Se tiver oportunidade, prove, para conhecer um vinho um pouco mais leve.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

2 Comentários

  1. 1

    Já postei as safras 2009 e 2010 deste Miolo. A 2009 eu não gostei muito, já o 2010 tá exatamente como você falou.

    Acho que as pessoas são muito intransigentes com este Gamay em geral…

  2. 2

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>