Matias Riccitelli e seus vinhos “de la casa”

Matias Riccitelli é um grande enólogo. Sua habilidade de fazer grandes vinhos deve ser de família, já que seu pai, Jorge Riccitelli, é também um grande profissional, que fez e faz muito pelo vinho argentino.

Recentemente Matias esteve no Brasil para apresentar os seus novos vinhos, que chegam pela importadora Winebrands. Provei vários e todos, sem exceção, me encantaram. Além de serem grandes vinhos, notei claramente um cuidado com a imagem de cada um dos rótulos, como com esses dois, que compõem a linha “de la casa”. A ideia foi criar um vinho branco e um tinto “da casa”, que pode ser alusivo aos vinhos da casa, geralmente servidos em taça em pequenos restaurantes na Argentina e também em diversos países do mundo, mas também que o “da casa” pudesse ser interpretado como a casa Riccitelli.

O branco é um corte de Sauvignon Blanc, Semillon e Chardonnay e tem uma textura em boca impressionante. Ótima acidez e aromas e sabores delicados e gastronômicos. É um vinho para se beber apreciando cada gole, que pode inclusive ir melhorando com o tempo de garrafa aberto.

Já o tinto é um corte de Malbecs de diferentes regiões onde Matias tem plantações e mostra-se fresco, vibrante e também muito gastronômico, justamente por não ser pesado, mas ter taninos muito bem trabalhados, deixando o vinho super agradável de ser bebido até sozinho, sem comida.

Os rótulos são um show à parte. São fotografias feitas pelo famoso fotógrafo Marcos López, que tem um estilo bastante peculiar e pode ser visto no homem e na mulher, clicados em um restaurante em Mendoza.

Esses dois vinhos, como os outros de Matias Riccitelli, mostram uma nova geração de enólogos argentinos, preocupados com a qualidade e com um novo tipo de consumidor, que está buscando um vinho mais “puro”, que não tenha tanta interferência de madeira, mas que apresente a qualidade do vinho por si só. Vale a pena comprar e conhecer. E para quem tiver espaço na adega/bar, vale guardar a garrafa, que vira enfeite de tão bonita que é.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>