Marichal Reserve Collection Pinot Noir-Tannat 2008

Se você já provou vinhos feitos com a uva Pinot Noir, sabe que na maioria das vezes são delicados, até com uma cor mais clara, com um corpo mais leve. E se já provou vinhos Tannat deve ter notado que é praticamente o oposto: vinhos encorpados, com muito tanino, boa acidez e bom corpo.

E o que aconteceria se colocassem essas duas uvas juntas em um vinho? Essa combinação curiosa foi testada pela Marichal e surgiu porque eles plantaram Pinot Noir e quando colheram e vinificaram pela primeira vez acharam que não daria um vinho completo e que precisaria de algo mais para ficar legal. E como o que reina por lá é a Tannat (e a Marichal tem bons Tannats), resolveram fazer esse teste, mesclando os dois vinhos.

O resultado foi um blend muito interessante que por sorte trouxe o melhor de cada uma das partes. Surgiram aromas de frutas vermelhas e negras, que começa com um toque herbáceo como grama ou até folhas verdes. Já na boca a gente lembra do Pinot Noir, com mais delicadeza e maciez.

Surge também uma nova opção de harmonização. Que tal provar esse “tannat” com uma massa com molho de tomates por exemplo? Ou até mesmo esse “Pinot Noir” com uma carne?

E o melhor é que esse vinho é relativamente barato, custando em torno de 55 reais na Ravin, a importadora.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>