La Chamiza Chardonnay 2007

Se você for ao Wal Mart encontrará esse vinho nas prateleiras. A safra é a 2007 e para os mais desavisados (ou desatentos), esse já tem 3 anos de vida.

Pouco? Não, se estamos tratando de vinhos brancos que não passam por madeira, como é o caso desse. Feito em Mendoza por um produtor que antes de ter seus vinhedos tinha um campo de Polo no local (aquele jogo com cavalos), o vinho passa por uma fermentação somente em tanques de inox e depois vai para a garrafa. É sabido que esses vinhos não devem ficar muito tempo guardados. E mesmo eu sabendo disso, resolvi prová-lo, muito mais como curiosidade. E não deu outra. O vinho já perdeu muito de seu frescor e seus aromas já estão tendendo às frutas passadas, um leve lácteo e um pouquinho de floral, mas bem pouco mesmo. Seu retrogosto lembra também fruta passada, o que não me agradou muito. Acidez alta e um final um pouco desregulado marcaram toda a experiência com esse vinho.

No supermercado custa em torno de 32 reais. Um preço alto para esse vinho, pois com esse valor você encontra outros mais jovens e bem mais agradáveis. Mas em tempo, é importante dizer que o La Chamiza me pareceu que foi um vinho muito bom (há 2 anos), então se tiver interesse ou oportunidade, procure uma safra mais jovem. Acho que vai agradar. E depois me conte.

Abraços

Daniel Perches

You Might Also Like

2 Comentários

  1. 1

    Daniel.

    Concordo com o post.

    Mas dê uma olhada e veja se achas o Torrontés Michel Torino, por volta de R$ 20,00.

    Outro Muito bom é o Aromo Reserva Privada Chardonnay por volta de R$ 20,00 também. Ambos são vendidos no Wal Mart, pelo menos aqui em Porto Alegre.

  2. 2

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>