Filgueira Sauvignon Gris 2012

Provei esse vinho há alguns anos, quando estive com o pessoal da bodega uruguaia aqui no Brasil. Depois fui pra lá e visitei a Filgueira, que eu achei bem interessante (veja o post sobre eles aqui).

sauvignon_GrisTrouxe de lá um Sauvignon Gris 2012, que em 2015 já me parecia ter atingido seu auge. Acabei “esquecendo” essa minha garrafa na adega e abri agora, em 2016, para ver como estava.

Como sempre pareceu pra mim, esse é um vinho interessante, por ser diferentão. Tem uns toques de frutas passas e um leve oxidado, mas parecido com os que se encontra nos Jerez, ou seja, não é algo que incomoda.

É claro que se você provar um Sauvignon Gris do ano, vai encontrar um vinho completamente diferente, então leve em consideração esse post só se você quiser fazer algum experimento com esse vinho. Ou se por acaso você também deixou um guardado em sua adega e agora está em dúvida sobre a situação dele.

Ou seja, beba ele jovem. Depois de velhinho, só para experimentos.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>