Farnese Montepulciano d´Abruzzo Colline Terramane

É da região central da Itália, denominada Abruzzo, que vem esse vinho, produzido pela gigante Farnese, com a uva Montepulciano (que é a uva permitida na região, pelo menos para que se tenha o selo DOC ou DOCG).

Esse foi degustado em um daqueles dias em que se reúnem bons amigos em torno de muita comida e vinho. E só tínhamos belos vinhos. Esse nem estava no roteiro, mas apareceu “de repente” e confesso que fiquei preocupado com a performance dele frente aos vinhos que tínhamos na sequência. Preocupação à toa, pois o vinho foi amplamente elogiado por todos, mostrando mais uma vez a qualidade da Farnese.

Com uma coloração rubi intensa e intransponível, mostrou um halo mínimo de evolução, nos contando que o vinho ainda tinha uma boa vida pela frente.

No nariz, aromas muito francos e potentes de frutas negras, integradas com toques de madeira molhada, chocolate e café.

Em boca veio a confirmação da potência do vinho. Taninos bastante presentes, mas muito macios. Ótimo corpo e final redondo, sem amargor. Apesar de ser um vinho mais gastronômico (até pela sua estrutura), ao mesmo tempo eu me via com vontade de prová-lo sozinho, para aproveitar ao máximo.

Mas como falei, o vinho é bastante gastronômico e foi muito bem com queijos curados e embutidos. Sugiro tentar uma harmonização também com polenta com molho de funghi. Não sei se vai ser o melhor casamento, mas acredito que ruim não ficará.

Esse faz parte do portfólio da Farnese, que produz vários outros vinhos, inclusive em regiões diferentes.

Para ver todos os posts da Farnese no Vinhos de Corte, clique aqui.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

2 Comentários

  1. 1
  2. 2

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>