Farnese Edizione No 8 Cinque Autoctoni

Antes de falar sobre o Edizione, vale a pena um pouco de história. A família Farnese chegou em Abruzzo em 1582. Desde então seus proprietários vem cultivando uvas viníferas e produzindo vinhos. Hoje a Vinícola Farnese é uma empresa de grande porte, respeitada e que exporta seus vinhos para diversos países. O castelo, que um dia foi moradia de seus antepassados, hoje abriga a vinícola que possui um belo espaço para visitação.

Agora voltando ao vinho, esse é um dos tops da Vinícola, produzido em duas regiões distintas, como podemos ver nos pontos vermelhos no mapa.

Composto por Malvasia Nera(5%), Montepulciano(33%), Negroamaro(7%), Primitivo(30%) e Sangiovese(25%), esse é um vinho muito estruturado e potente, daqueles que você não consegue esquecer.

Como bem disse o meu amigo Cristiano Orlandi, só a garrafa pesa 1,8kg. Já de cara nos deparamos com uma apresentação imponente, mas que na minha opinião condiz com o que tem dentro dela.

O Edizione possui belíssimos aromas, corpo muito estruturado em boca e final longo.

É daqueles vinhos que você deixa um tempo na taça, bebe um pouco, se encanta e acha que ele ficaria bom com uma carne assada, por exemplo. Mais um tempo em taça, mais um gole e você vai querer bebê-lo sozinho, sem nada pra acompanhar e poder aproveitar o máximo dele. E por aí vai…

Essa safra já está pronta para o consumo, mas tenho certeza que vai agüentar mais alguns bons anos em garrafa. E quem tiver paciência para esperar, acredito que vai ser bastante beneficiado.

Comercializado no Brasil pela World Wine, é pra mim uma referência de um vinho que é potente e equilibrado ao mesmo tempo. Um vinho que merece ser provado em boa companhia. Não tem como se arrepender.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

7 Comentários

  1. 1

    Daniel provei a safra 1999(ponta estoque World Wine) e ainda não demostrava sinais de evolução, com todos os aromas e sabores como descrito. Boa noticia não é !

    Abraço e saúde !

  2. 2
  3. 3
  4. 4
  5. 6

    Boa tarde

    Caro amigo,

    Não sou um perito em vinho, já havia experimentando alguns rotulos, mais sem sombra de duvida, este foi o melhor que experimentei, num resturante italiano na fria Curitiba. Os sabores a senção de de um vinho forte, encorpado, mais que ao mesmo tempo é macio e suave ao paladar.. Indescritivel.

    Abraços

  6. 7
  7. 8

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>