Espumante Esporão Rosé Brut 2008

Em geral, os espumantes rosés são feitos com Pinot Noir. E por favor, entenda o “em geral” como muito geral mesmo. Tem espumante rosé de tudo quanto é uva: Cabernet Sauvignon, Merlot, Tannat, e por aí vai.  Acredito que a maioria deva ser de Pinot Noir, talvez pela sua elegância e leveza e também pelo seu bom nível de acidez, que é um ponto necessário para se fazer bons espumantes.

Mas esse Rosé da Herdade do Esporão é diferente. É feito com Touriga Nacional e com Syrah. Duas uvas que dão um belo corte em vinhos tintos, contrastando força, aromas e taninos. E não é que deu certo também nos espumantes? Ficou realmente muito bom.

Com aromas de frutas vermelhas e um leve toque floral, mostrou-se muito perfumado. Em boca, além de sua acidez bem equilibrada, tem um corpo muito bom e um final refrescante e convidativo para o próximo gole. Me pareceu também ser bem gastronômico.

É um espumante que alia muito bem a elegância com força, sem ser pesado. Em Portugal, eles chamam o Brut de Bruto. Acho que a palavra cai bem pra ele.

Esse é importado pela Qualimpor e custa em torno de 100 reais.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>