Destaques e achados do Grand Tasting

Conforme prometido no post anterior sobre o Grand Tasting, relaciono aqui alguns vinhos que eu provei e que me chamaram a atenção no evento.

Como em qualquer grande evento, são muitos os bons vinhos e ficaria impossível de relatar todos aqui. Sendo assim, tive a dura tarefa de escolher os que mais me chamaram a atenção.

Utilizei a divisão que a Grand Cru fez para o evento. Foram montados stands “temáticos”, que inclusive nos ajudaram muito na degustação. Excelente idéia que eu replico aqui.

Champagnes e espumantes
Gosset Excellence Brut – um clássico. Todo amante dos espumantes de Champagne devem provar esse um dia (e é difícil de encontrar alguém que não seja). Esse foi o meu escolhido para “fechar o dia”. Depois que eu passei em todos os stands, antes de ir embora, tive que provar um pouco mais, para lembrar dele por mais tempo.

Brancos do Velho Mundo
Weinbach Reserve Gewurztraminer 2007 – Um ótimo representante dessa casta, apresentando todos os aromas florais e de frutas num bouquet intenso mas não enjoativo. Pra se beber num dia fresco.

Tintos do Rhône
Vacqueyras 2007 Delas – Os vinhos do Rhône são em geral mais leves e frutados. Esse foge um pouco à regra, mostrando mais corpo e aromas mais potentes. Vale a experiência, pra ver que a região produz vinhos de ótima qualidade, em diferentes estilos.

Achados do Novo Mundo
Heartland Shiraz 2007 – vinho potente, mostrando toda a força da Shiraz, com ótimos aromas frutados, com toques de especiarias e leve adocicado no final. Ótimo custo (73 reais).

Grandes Cortes do Velho Mundo
Antes de comentar sobre os vinhos, tenho que dizer que pra mim foi o melhor stand do evento. Eu destacaria todos, mas um em especial me chamou a atenção pela qualidade e preço, que foi o Martinet Bru 2007, que custa 135 reais, mas é um belíssimo vinho.

Vinhos Americanos
Redtree Petite Sirah 2008 – um vinho correto e que apresenta bem as características dessa casta. O melhor é o seu preço: 35 reais. Vale a pena conhecer.

Além disso tive a oportunidade de provar os vinhos da nova vinícola Koyle. Sua linha Reserve custa 50 reais e a Royale (a top) custa 80 reais. São vinhos excelentes (todos) e que me chamaram a atenção pelo baixo preço.

E assim encerro minhas dicas. Se alguém tiver provado algum outro que achou que se destacou, me mande que eu incluo na lista!

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>