Délicatesse de Charles Cros 2003

charles_cros_delicatesse_gAlgo muito interessante e gostoso de fazer é sair para “garimpar” vinhos, nas lojas. Sempre tem um rótulo novo, um produtor diferente, uma uva diferente… Enfim, motivos não faltam para se comprar um vinho que ainda não experimentou.
Sim, é verdade que às vezes a gente se dá mal. Mas tudo bem, eu sempre penso que na pior das hipóteses, a gente experimentou um novo vinho.
E foi assim que eu comprei esse francês, da região do Languedoc, mais especificamente da apelação de Corbières.
Não é muito conhecido e também nem um pouco caro. Paguei R$ 36 no Empório Frei Caneca (Estava em promoção. Não briguem com o pessoal lá se estiver mais caro agora).
O vinho, apresentado pela vendedora como “descompromissado”, me chamou a atenção. Essa palavra me instiga e como a safra ajudava, eu topei! Pra sabermos, as safras sugeridas como melhores (recentemente) são: 2006, 2003, 2001, 2000.
O vinho é descompromissado sim, mas tem muitas qualidades. É um corte de 70% de Syrah e 30% de Carignan (em Corbières, 50% das uvas plantadas são dessa cepa), resultando num vinho de cor vermelho rubi, límpido e bonito.
Com um halo já bem desenvolvido, eu diria que está na sua maturidade plena. Quem comprar deve beber logo.
No nariz, notas interessantes de aromas que não encontramos normalmente em vinhos mais jovens e do novo mundo, como azeitonas pretas e trufas negras, por exemplo.
Outros aromas terciários como madeira também apareceram, mas pouco. Algum aroma como de bosque e alguma especiaria tiveram seu lugar. Mas a azeitona preta reinou absoluta nesse vinho.
Em boca, mostrou-se com um bom corpo e equilíbrio. Sobrou um pouquinho de álcool, mas nada que atrapalhasse.
Seu retrogosto não é muito longo, mas os taninos são redondos. Tem só uma pontinha de amargor no final, mas é muito pouco mesmo. Senti algumas notas de tabaco também, que completaram bem o vinho.
Resumindo, o vinho é bom e vale a pena pra conhecer um exemplar dessa apelação. Vou procurar algum outro que tenha mais Carignan pra comparar. Tenho uma curiosidade particular por essa uva… É uma excelente uva, com aromas muito especiais e pouco difundidas aqui. Gostaria de entender por que.
Se você tiver alguma sugestão de vinho com essas características, manda pra mim!
Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>