Degustação de vinhos da Patagônia via Twitter

No dia 08 de junho aconteceu a primeira degustação virtual de vinhos, realizada pela Wines of Argentina. Uma iniciativa pioneira aqui para nós (pelo menos que eu saiba), mas que já vimos acontecer em outros países e já até comentei por aqui anteriormente.

Funciona assim: você recebe as amostras e acompanha as informações que o pessoal da bodega passa, tudo via twitter. Com o seu vinho aberto, você vai postando as suas impressões.

Tive o privilégio de participar dessa degustação, que teveo comando de Jackson Brustolin, do site www.qvinho.com.br, falando direto da Patagônia. Os produtores acompanharam tudo, tiraram dúvidas e nos deram algumas informações muito interessantes sobre a produção de vinhos por lá.

Participaram da degustação eu, Marcelo di Morais (www.marcelodimorais.com), Alexandre Frias (www.enoblogs.com.br), Beto Duarte (papodevinho.blogspot.com) e a Cris Couto (www.criscouto.com).

Vejam abaixo as minhas impressões sobre os vinhos degustados:

Bodega del Fin Del Mundo Pinot Noir 2009
A Pinot Noir é uma das variedades que tem ais destaque nessa região, que tem clima propício para um bom crescimento. Esse Pinot Noir é um vinho com uma fruta muito presente. Aromas de morangos frescos com um toque mais adocicado encheram a taça, deixando-me encantado. Em boca, acidez bastante presente e taninos muito macios. Realmente um belo vinho. Vale a pena servi-lo um pouco mais frio do que o que estamos acostumados. O ideal é que esteja a 15 ou 16 graus.

 

Bodega Del Fin Del Mundo Reserva Malbec 2007
O vinho mostrou-se bastante jovem e potente. Apesar de ser um Reserva, não tinha um corpo muito estruturado (o que não é um problema, aliás, pelo contrário, pois não precisa ter uma grande estrutura para ser um grande vinho). Aromas de frutas vermelhas frescas, toque levemente herbáceo, que foi evoluindo na taça com o passar do tempo. Me parece um ótimo vinho para acompanhar um churrasco.

NQN Coleccion Malbec 2006
Um vinho excepcional. Aromas muito complexos de frutas misturadas com madeira, com toques fortes de baunilha. Só nos aromas, já encanta. Em boca, bastante estrutura e taninos muito macios. Vale muito a pena.

NQN Malma Gran Reserva 2006
Na minha opinião, o vinho mais estruturado da noite (que ganhou por pouco do Coleccion), também com aromas muito agradáveis, misturando chocolate, café, madeira. Também evoluiu com o passar do tempo e manteve seus aromas firmemente. Um ótimo vinho para se beber no inverno, com uma comida bem estruturada, podendo até ser um pouco apimentada, acredito.

Só posso dar os parabéns à Wines of Argentina e agradecer aos organizadores pela ótima experiência. Espero que possamos repetir isso mais vezes, pois foi bem interessante.

Se quiser saber as minhas impressões durante o evento, é só acessar o meu Twitter e ver os posts que tem #winesofargentina no final.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>