Dádivas Pinot Noir 2013 ficou mais leve (e eu gostei mais)

Abri uma garrafa de Dádivas Pinot Noir 2013, da vinícola Lidio Carraro, do Vale dos Vinhedos (Sul do Brasil). É uma pena eu não ter um da safra 2012 aqui para comparar, porque relendo o meu post (veja aqui) eu lembrei que eu achei o vinho muito “intenso”. E se ele era assim, o 2013 mudou. Agora ele está leve, de cor clarinha, de aromas de frutas e com boa acidez. No final tem um pequeno amargor, mas que nem se percebe se tiver uma boa comida para acompanhar.

Não sei quanto está custando (não consegui achar nenhuma loja vendendo), mas se a safra anterior, há um ano, estava custando 40 reais, dá pra se ter uma ideia de quanto deveria custar essa.

Continua sendo um bom Pinot Noir brasileiro pra mim. Aliás, da Lidio Carraro, é um dos meus preferidos (até porque provei o vinho da Copa e não me convenceu).

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

Um comentário

  1. 1

    Este Pinot Noir eu gosto. Agora o vinho da Copa concordo contigo. Achei extremamente desequilibrado e todos me criticam quando comento isto.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>