Cumbres Andinas Reserve Cot 2005

Esse é mais um dos vinhos chilenos que me foi recomendado quando fiz uma compra grande lá na Vinea, uma importadora de São Paulo que tem bons rótulos e prima pela sua qualidade. Aliás, não só pela qualidade nos vinhos, mas também pelos seus belos jantares durante a semana, que acontecem nos fundos da loja. Vale a pena conhecer.

O Chile é um país que produz muitos vinhos bons e muitos rótulos são praticamente desconhecidos por nós por aqui. E a Viña Butron Budinich, que produz esse vinho, era uma que eu não tinha ouvido falar até então. Conheci lá na Vinea e a promessa era de um vinho bastante estruturado e com boa tipicidade. Promessa cumprida!

Produzido com a uva Côt, que é mais uma denominação da uva Malbec, apresentou uma coloração rubi muito intensa, quase intransponível e com um leve halo de evolução.

No nariz os aromas de frutos negros se misturaram com um toque adocicado e bastante madeira. Aromas típicos de um Malbec que estagia em barricas de carvalho.

Em boca apresentou muita potência e até um pouco de álcool sobrando. Final de média a longa duração, mas sem amargor. Um vinho bastante correto.

Pela sua força, esse vinho pede comidas mais estruturadas, pois pode “passar por cima” de carnes mais leves, por exemplo.

Gostei do vinho. Só não gostei de ter pago 98 reais em 2009 e agora, ao voltar ao site da Vinea, ver que o vinho custa 54 reais. Na verdade eu acho que ele vale mesmo o valor atual, mas a promessa anterior era de um vinho de qualidade na faixa dos 100 reais. Bem, essas coisas acontecem. Pelo menos agora temos o vinho mais barato.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>