Concha y Toro

A Concha y Toro é a maior vinícola da América do Sul. Uma gigante como essa não passa despercebido por ninguém e todo mundo que bebe vinho já se deparou com um de seus inúmeros rótulos. Desde a sua linha mais básica, passando pelo famoso Casillero del Diablo e indo até o seu vinho top, o Don Melchor, a Concha y Toro tem vinhos para todos os gostos e bolsos.

Situada a 30km da capital Santiago, chega-se a ela através da avenida Concha y Toro. Um primeiro indício de sua influência e tamanho.

Os tours são guiados e tem que ser agendados. Por uma mudança de planos, eu cheguei mais cedo por lá e consegui entrar no tour anterior. Sorte, pois o próximo já estava lotado.

A vinícola foi fundada por Don Melchor Concha y Toro, um influente político do Chile. A história mais famosa é a da adega chamada Casillero del Diablo (veja foto abaixo, tirada lá), que hoje dá nome a uma linha de vinhos. Consta que Don Melchor era um senhor muito generoso e que dava frequentemente vinhos para seus empregados, mas somente os vinhos mais simples. Alguns deles então cansados de não ter acesso aos melhores vinhos, resolveram saquear a adega do seu dono durante as noites/. Quando Don Melchor descobriu (e descobriu isso quando foi pegar vinho para uma festa e encontrou sua adega praticamente vazia) ele resolveu criar uma lenda. Chamou seus empregados para dentro da adega e contou que fez um pacto com o diabo, para que este habitasse a sua adega e protegesse seus vinhos. Como o povo chileno na época era muito supersticioso, acreditou e não mais roubou nada de lá. Claro que isso foi ajudado também por alguns efeitos especiais que o criativo Don Melchor criou, como sons, barulhos, etc. O ápice de sua idéia genial foi pintar a imagem do próprio diabo no fundo da adega. Aí não teve jeito, ninguém mais mexeu em nada.

Mas voltando à nossa realidade de hoje, depois de conhecer as salas de barricas, as plantações e a casa de verão da família (que aliás, é bem imponente), passamos por uma degustação de vinhos da linha Marques de Casa Concha, que me agradam bastante.

Há uma loja para venda de produtos e também um restaurante que serve vinhos em taça. Lá tive a oportunidade única de degustar um Don Melchor da Safra 1995. Um vinho fantástico, que ainda estava bem vivo e me fez viajar no tempo. Esse eu conto em detalhes depois.

Se você for pra lá, não deixe de visitar a vinícola. Vale o passeio. E se passar pela loja, compre o EPU, que eu já comentei aqui. Um vinho sensacional, que pra mim, é um dos melhores já provados até hoje.

Um abraço

Daniel Perches

diablo_concha_y_toro

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>