Como guardar seus espumantes: em pé ou deitados?

Gosto muito do Carlos Cabral. Já conversei com ele algumas vezes em meu programa Desafio ao Vinho e ele é sempre um bom papo, um cara que conhece muito e além de tudo, muito divertido.

E agora ele está se aprofundando no assunto rolha e parece que a opinião dele sobre como armazenar espumantes é um pouco diferente das que temos ouvido por aí. Eu continuo com as minhas garrafas deitadas, mas vou fazer alguns testes para ver se o grande professor Cabral está certo.

cabralCabral dos Vinhos, como é conhecido, explica: “para a guarda de um vinho é melhor que a garrafa fique deitada, já que as rolhas são maciças. Mas para a guarda de champagne, ou espumante, a melhor posição é em pé!” E por que isto? “Porque as rolhas de cortiça especialmente feitas para espumantes são compostas. Ou seja: a rolha, que após a extração da garrafa tem um formato de cogumelo, é composta por um corpo granulado de cortiça e por dois discos de cortiça natural na extremidade que entra em contacto com o champagne ou outro tipo de espumante. Desta forma, assegura-se um comportamento mecânico de excelência, assim como facilidade no engarrafamento”.

Cabral ressalta que, para que a rolha de champanhe se mantenha elástica, não pode ficar sob o contato com o líquido por muito tempo. “Se comprar um champagne novo hoje e for tomar em até um ano, não há problema em deixar a garrafa deitada. A rolha, mesmo molhada, conseguirá se manter incólume.” O professor diz que, em caso de espumantes safrados, que muitas vezes são comprados para serem guardados e bebidos no decorrer dos anos, assim como os espumantes de safras mais antigas, o ideal é guarda-los em pé.

“O contato excessivo da rolha com o espumante faz com que ela perca, com o decorrer do tempo, alguma capacidade de recuperar sua forma após extração. Contudo, isso não compromete a capacidade de vedação ou de conservação do espumante. Ou seja, digamos que, esteticamente, a rolha fica mais castigada quando a garrafa permanece na posição horizontal por longos meses”. Esta informação quebrou paradigmas entre muitos experts em vinhos, que imediatamente começaram a reposicionar suas garrafas mais preciosas.

You Might Also Like

20 Comentários

  1. 1

    Realmente já percebi isso na cerveja que usa rolhas de “aglomerado” de cortiça. Quando a rolha fica muito tempo molhada, perde a capacidade de expansão e as que são cilíndricas (e dai maciças) não. Uma pergunta: qual a ação do O2 em espumantes? Excelente post! Abraços!

  2. 2

    Não vejo atratividade na capacidade da rolha recuperar sua forma original após a extração. Afinal, ela jamais voltará à garrafa, não é mesmo?. E se o fato de deixar a rolha em contato com o líquido não compromete a capacidade de vedação então pergunto: porque deveriamos mesmo colocar as garrafas em pé?. Afinal a maioria esmagadora de nossas adegas, principalmente as pequenas, só suportam garrafas deitadas.

  3. 3
  4. 4
  5. 5

    Achei muito interessante…
    Só fiquei com uma dúvida: Afeta alguma coisa na qualidade do espumante mante-lo deitado ou em pé? Escutei que “se ficar deitado, o espumante vai pegar gosto da rolha”, tem fundamento isso?

    Obrigado e acho muito bom o seu Blog.

  6. 6
  7. 7

    Olá! Ótimo post. Tenho uma dúvida. Comprei meus espumantes para o meu casamento que será daqui 11 meses. O lote do espumante é de junho 2017.
    Estão todos na caixa lacrado. Devo deixá-los dessa forma nas caixas guardados em um local seco e fresco. Ou deixá-los expostos em um local seco e fresco porém ao abrigo da luz?!
    Att.,

  8. 8
  9. 9
  10. 10
  11. 11

    Daniel
    comprei espumantes não vou usar agora ..já sei que devo guardar na caixa ..mas o armazenamento? pouca luminosidade?

  12. 12
  13. 13

    Boa noite!
    Comprei espumantes para meu casamento, será daqui 7 meses, todas as garrafas estão nas caixas, ou seja, deitadas, gostaria de saber se mantenho as garrafas assim ou posiciono elas em pé, poderia me ajudar? Obrigado!

  14. 14
  15. 15

    Boa noite Daniel e meus parabéns pelos ótimos conteúdos!
    Estamos mudando de casa e seremos obrigados a desligar a adega para transportá-la.
    Até a entrega da mudança, serão 4 dias. Como devo armazenar as garrafas nesse período?
    Um abraço e obrigado!!!!

  16. 16

    Guilherme

    Eu nunca ouvi falar que o vinho “estraga” se ele ficar fora da temperatura por esse curto período de tempo. Quando eu me mudei, eu simplesmente tirei todas as garrafas da adega e depois voltei elas. Não tive problemas.

  17. 17
  18. 18
  19. 19

    Boa Tarde Daniel.

    Adorei seu blog. Gostaria de te perguntar se você pode me ajudar a dquirir uma adega que caibam os espumantes. Já comprei 03 pela internet, e quando fui colocar as garrafas, as mesmas nãio cabiam nos nichos.
    Grata.
    Marisa Lopez.

  20. 20

    Marisa
    Obrigado por acompanhar o blog. Eu tenho o mesmo problema com a minha adega climatizada (uma Brastemp). Eu recomendo que você veja a Art des Caves, mas que ligue antes para perguntar se cabem garrafas desse tipo.
    Se tiver sucesso, me conta depois.
    Um abraço

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>