Colomé Malbec 2005

Os vinhos Colomé já são meus velhos conhecidos e nunca decepcionam. Do mais simples ao mais top, são feitos com grande qualidade.

Provei então esse, que é um corte de Malbec, Cabernet Sauvignon e Tannat, com grande predomínio da primeira uva. Produzido em Salta(mais especificamente no Valle del Cachaquí, Rapel) tem uma ótima estrutura. Parte desse vinho é oriunda de vinhas velhas, ou seja, aquelas videiras que já tem dezenas de anos e que estão lá ainda, produzindo firmes e fortes.

Na taça apresentou uma coloração rubi muito intensa e intransponível. Lágrimas pintadas, grossas e lentas fizeram a arte na taça ao aerar o vinho.

colome_malbecNo nariz, aromas de frutas negras e terciários como chocolate, couro e caixa de charutos. Os aromas foram evoluindo ao longo do tempo e os terciários foram tornando-se mais presentes e declarados.

Em boca apresenta acidez correta, taninos macios, mas com uma pitada verde ainda. Final médio.

É um vinho que acompanha muito bem carnes assadas sem muita gordura. Cuidado com molhos muito fortes, pois podem passar por cima desse vinho, que tem mais características de elegância do que de potência, apesar de seus 14,5% de álcool.

Prove esse e se possível, os mais tops da vinícola, com destaque para o do rótulo azul. Esse é fantástico.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

4 Comentários

  1. 1

    Daniel,

    Ótimos vinhos. O Amalaya 2006 tem, ou tinha, um ótima relação de custo-benefício.
    A Colomé ainda pertence ao Grupo Hess ?

    Sds

  2. 2
  3. 3

    Sensacional Vinho. Encorpado, Intenso, Redondo, Magnifico. Estou falando do 2005 Columé (rotulo preto) Melhor vinho de 2010 vinhedos com mais de 100 anos. Vinho totalmente mineral, mas só pra quem conhece de vinho, não gaste saliva nem dinheiro se não tiver paladar!!!!!!! Dificil conhecimento!!!!!

  4. 4

    Olá, realmente os vinhos da Colomé são bem estruturados. Mas acho que mesmo as pessoas que “não estão acostumadas” podem provar, afinal de contas, se não fizerem isso, nunca vão conhecer vinhos bons, não é mesmo? 🙂
    Abraços

    Daniel

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>