Churrasco com vinho. Combina?

White wine bottle by red fire with corkscrewImaginem a cena: sábado ensolarado e a gente combina de fazer um churrasco na casa de alguém. Tenho amigos que fazem ótimos churrascos. O ideal é que alguém compre as carnes todas e depois divida o custo e todo mundo leva bebida.

Todos vão chegando com suas caixas de cerveja (algumas geladas, outras quentes), alguns com refrigerantes, outros trazem até uma vodka, e aí eu chego… com vinho!

Mas não dá outra… o pessoal sempre vem com a mesma história: “churrasco não combina com vinho. Combina mesmo é com cerveja gelada!”

Então meus amigos, devo contar-lhes uma verdade que pra alguns pode até doer: churrasco combina mesmo é com vinho. E o pior: não combina com cerveja (e aqui falo daquelas cervejas “comuns”).

Calma, antes de iniciarem a escrita de um comentário malcriado pra mim, leiam mais um pouquinho, que eu vou explicar.

A carne do churrasco, em geral, tem gorduras (é só lembrar da picanha, da lingüiça…) e quando comemos a carne, nossa boca fica “engordurada”. O vinho tem a propriedade – dentre outras – de adstringência. Ou seja, ele “lava” a nossa boca. Se fizerem um teste prestando atenção, verão que é assim mesmo que acontece. Por isso, que a gente recomenda vinhos mais “adstringentes” para o churrasco. Além disso, se for um vinho mais tânico, ele vai contrastar com o sal da carne, trazendo um sabor mais gostoso no final da experiência.

Já a cerveja é amarga e isso ninguém pode negar e alimentos ou bebidas amargos são difíceis de combinar. O que acontece é que como ela tem um sabor mais forte que a carne, além de estar bem gelada, ela esconde o sabor final ou torna-o amargo no final, às vezes até “congelando” as papilas gustativas.

Vale ressaltar que existem diversos tipos de cerveja e até degustações harmonizadas. São cervejas excelentes e muitas combinam perfeitamente com a carne gordurosa. Falarei sobre essas cervejas em breve.

Deixo então uma dica pra quem gosta de cerveja: experimente um dia, num churrasco, comer um pedaço de picanha e depois beber um bom vinho da uva Tannat. Depois faça a mesma experiência com a cerveja. Veja qual fica mais harmônico.

Mas pra que não fique nenhum rancor, eu também gosto de cerveja (e adoro alimentos amargos) e o que eu acho mesmo é que a gente tem que beber o que gosta. Se você gosta de caipirinha, que seja. Se gosta de churrasco com Martini, que seja também. O que importa é bebermos o que gostamos. E viva a liberdade de todos! 🙂

Abraços e bom churrasco (com a bebida que quiser).

Daniel Perches

You Might Also Like

19 Comentários

  1. 1

    Grande Daniel fui numa churrascaria aqui em São Caetano do Sul no ABC Paulista e tomei com as carnes maravilhosas que serviam um chileno o Isla Negra Cabernet Sauvignon/ Carmenére 2007 e ficou muuuuuuito bom, o seu comentário é muito pertinente o vinho parece que limpa a boca preparando para a próxima carne e deixando aquela sensação de quero mais…

    Grande Abraço

  2. 2
  3. 3

    Boa Daniel,

    Sou obrigado a confessar que também gosto de carne com cerveja, mas principalmente as melhores carnes demandam um bom vinho, com bastante corpo. Na falta de um Tannat, sugiro um Cabernet Sauvignon, mais fácil de encontrar um bom exemplar fora dos grandes centros.

    Sua explicação sobre a gordura e a adstringência do vinho foi ótima.

    Um brinde,

    Denys Roman
    http://www.caveantiga.com.br
    http://www.twitter.com/caveantiga

  4. 4
  5. 5
  6. 6
  7. 7

    qual melhor viho pra comer com churrasco quais os principais elementos que tem q

  8. 8

    Olá Aurilene
    Depende do churrasco, mas em geral os tintos encorpados são bons. Você pode tentar um tannat, um Syrah ou até mesmo um Cabernet Sauvignon. Se você tiver uma carne bem temperada, tente com um vinho Cabernet Franc e veja se fica legal.
    Depois me conte.
    Abraços
    Daniel

  9. 9

    Moro no Rio Grande do Sul, mais precisamente na serra gaúcha, região conhecida por abrigar os maiores produtores de vinho do Brasil.
    E sendo assim, como todos podem imaginar, o churrasco é um prato saboreado pelo menos 2 a 3 vezes por semana e, durante o nosso rigoroso inverno, sempre acompanhado de um bom vinho tinto.
    Sugiro um Pinot Noir ou então um Tannat para acompanhar a refeição, sempre acompanhado de boas doses de água mineral.
    Fica perfeito.

  10. 10
  11. 11

    Olá, adorei sua publicação!!! Estava exatamente me perguntando se combinava ou não.
    Gostaria de saber se alguém conhece alguma distribuidora com bons preços para os vinhos citados?
    Obrigada

  12. 12
  13. 13

    ola, daniel, outro dia fui almoçar na casa de cliente aqui em sao bernado, e pela origem dele italiana, tomamos um vinho chamado ricca dona, foi com certesa o melhor vinho que ja tomei, gostaria de saber se voçer o conhece e se ele combinaria com churrasco. um grande abraço!

  14. 14

    Churrasco combina muito com vinho!! Mesmo sendo em Goiânia (terra quente…), os churrascos aqui em casa sempre são acompanhados por vinho. Nunca experimentei com vinhos da uva Tannat, mas vou seguir a dica.

  15. 15

    Ah obrigada! Estava com duvida se combinava, me ajudou muito! #AgoraVaiterVinhoNoMeuCasamento

  16. 16
  17. 17

    Eduardo, pode ser com o vinho que você quiser. O Tinto vai melhor e o rosé, se for mais encorpado, vai bem também. Mas se gostar com branco, um franguinho na brasa combina bem.

  18. 18

    Não sou muito fã de vinho, mas adoro os com uvas Moscatel. Seria “a ridícula” se tomar ele em um churrasco?

  19. 19

    Renata, se ficar legal pra você a combinação, por que não?
    O Moscatel vai muito bem com doces. Só cuidado para não deixar muito vinho para o final, na hora da sobremesa, pois todo mundo vai querer um pouquinho, você vai ver.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>