Chateau Kefraya Les Brèteches 2007

Apesar de não ter um grande consumo aqui no Brasil, o Líbano produz até uma boa quantidade de vinhos e exporta bem. E da mesma forma que acontece com outros países, ele tem lá o seu terroir específico, trazendo características únicas para os vinhos produzidos por eles.

E meio que por curiosidade eu resolvi provar esse vinho, que é o básico da bodega Kefraya, que é bem grande e bem conhecida em diversos países. Esse é feito com as uvas Cabernet Sauvignon, Syrah, Cinsaut, Mourvèdre, Tempranillo, Carignan e Grenache.

Eu provei há um bom tempo e achei o vinho bem interessante. E como eu tinha uma outra garrafa guardada, resolvi provar para sentir a evolução.

Da primeira vez que eu provei o vinho, o que me chamou a atenção nele foram os aromas de especiarias mesclados com um toque terroso, acompanhando de nuances de caramelo, tornando o vinho até exótico.

Mas, dessa vez, me parece que eu não dei sorte, e o vinho me pareceu bem simples e sem muita coisa para apresentar. Tinha frutas, tinha um toque terroso e tinha também toques adocicados, mas nada que me chamasse a atenção. Aliás, nada de exótico.

Em boca pareceu-me quente, apesar de não ser dos mais alcoólicos e o seu final era curto. Bem, eu prefiro ficar com a lembrança do outro vinho que eu provei. Quem sabe não foi só essa garrafa, não é mesmo?

Se provar, me conte se estou certo. Ah, pra quem quiser, ele é comercializado pela importadora Zahil e custa 49 reais pelo site.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>