Champagne Michel Arnould Brut Tradition

Dizem que é fácil harmonizar comida com Champagne. É, eu também acho que não é uma tarefa muito difícil (e sem dúvida, muito prazerosa), mas também não é só colocar qualquer comida com qualquer champagne e esperar que dê muito certo.

E quando me deparo com uma boa harmonização, fico muito contente. É sinal de cuidado tanto do chef quanto do produtor/importador/sommelier. Harmonizar é sem dúvida uma arte. E arte foi o que a chef Luiza (Restaurante Figo) fez ao harmonizar um cuzcuz marroquino (servido em uma pequena xícara, numa apresentação inusitada) com o Champagne Michel Arnaud Brut Tradition.

Esse Champagne é um blanc de noir, ou seja, é feito 100% com a uva Pinot Noir, mas vinificada em branco. O espumante é branco, mas com uma uva tinta. Pura elegância e qualidade de sobra.

Com toques muito delicados de amêndoas, pêssegos e aquele brioche e fermento característico, encantou logo de cara. Na boca, uma cremosidade impecável. Final bem longo e saboroso, deixando um gostinho de “quero mais” daqueles que a gente fica lembrando muito tempo depois.

Michel Arnould é um produtor de altíssimo nível de Champagne, mas especificamente de Verzenay. Provei esse e também outro dele, que contarei em breve. É daqueles champagnes que valem a compra e valem beber calmamente, apreciando cada gole. Esse (e os outros do mesmo produtor) é importado pela Hedoniste.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

0 Comentários

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>