Catena Zapata e sua bodega Pirâmide

Uma das bodegas que visitei em Mendoza foi a gigante e super conhecida Catena Zapata. Eu já tinha ouvido falar muito sobre a beleza da bodega e como sou apreciador de seus vinhos (veja os vinhos degustados da Catena Zapata aqui), não hesitei em colocar essa bodega no roteiro.

Localizada na Região de Agrelo, que fica pertinho da cidade de Mendoza, é uma bodega que se impõe desde a sua chegada à ela. Logo de longe se avista a tão famosa “bodega pirâmide”. Chama-se assim porque realmente foi construída em forma de pirâmide, como uma homenagem aos povos antigos que residiam no local (muito tempo atrás).

A recepção para turistas é excelente, com guias muito bem treinados que falam espanhol e inglês (não sei se tem outras línguas, mas o “portunhol” com certeza é possível por lá). Recomendo a visitação completa, para conhecer não só as salas de tanques, mas principalmente as salas de barricas, que são muito bonitas. Depois da visitação (que inclusive começa com um filme rápido e muito bonito sobre a história da família), passa-se para a parte mais gostosa, que é a degustação. A Catena Zapata tem uma linha muito grande de vinhos, então não seria recomendado degustar todos. Melhor mesmo é ficar na recomendação dos guias.

A lojinha anexa vende todos os vinhos da bodega, mas pelo que pude ver, não diferem muito dos preços praticados pelo importador (Mistral) aqui no Brasil. Sendo assim, não acho que compense comprar vinhos lá, porque você só vai trazer peso a mais, por uma economia muito pequena. O gostoso mesmo é conhecer onde esses vinhos tão famosos aqui no Brasil são produzidos. Sempre que visito uma bodega fico pensando em todo o trabalho que se teve e quanta gente envolvida para que aquele vinho chegasse à minha mesa. Fantástico.

Considero a Catena Zapata uma visita obrigatória para quem for à Mendoza. Tenho certeza que não vão se arrepender. Para ver mais sobre a bodega, acesse o site – www.catenazapata.com.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

4 Comentários

  1. 1
  2. 2

    Raphael, a degustação (infelizmente) não é à vontade. Eles servem um pouco em cada taça, realmente para se conhecer os vinhos. Mas acho que dá pra você comprar e tomar um vinho deles lá mesmo. Mas você também pode comprar e beber à noite em algum restaurante de Mendoza, que também é legal.
    Em breve sairão os vídeos de todas as visitas. Estamos editando.
    Abraços
    Daniel

  3. 3
  4. 4

    Alex, eu acredito que não. Na degustação que eu participei (o vídeo estará em breve publicado) não teve. Acho que esses mais tops não fazem parte.

    Abs
    Daniel

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>