Catena Zapata – Degustação na bodega

Já comentei aqui sobre a bodega e suas qualidades. Quando estive lá, participei de uma degustação fantástica, que foi feita em uma sala linda envidraçada, de onde se pode ver a sala de barricas. Com um visual desses, ficamos até mais inspirados.

A degustação teve 5 vinhos, que comento abaixo. Como sempre, a qualidade dos vinhos da Catena Zapata é altíssima. Não é à toa que tem tantos fãs no Brasil.

Um fato interessante que ocorre com essa bodega (e com várias outras) na colheita é que eles não retiram todas as uvas de uma só vez. Eles vão colhendo aos poucos, para que possam ter um vinho mais complexo, tendo a acidez quando se colhe um pouco antes do momento de maturação total, a maciez no seu ápice e o açúcar na sua sobrematuração. Isso com certeza dá mais trabalho, mas dá também um vinho mais bem equilibrado.

Catena Chardonnay 2009
100% Chardonnay de vinhedos de Agrelo e Tupungato. O vinho foi 100% fermentado em barricas de carvalho francês. Depois repousou por 9 meses antes de ser engarrafado.
Vinho com excelente tipicidade da uva Chardonnay. Abacaxi, melão, um toque floral. Boa acidez, mas um pouco quente na boca. Ótima opção para dias quentes, mas recomendo beber a uma temperatura de 9 graus aproximadamente. Se deixar esquentar um pouco, o álcool vai sobressair.

Catena Alta Chardonnay 2008
100% Chardonnay de vinhedos de Gualallary e Villa Bastías. O vinho foi 100% fermentado em barricas de carvalho francês, sendo metade deles novos. Depois repousou por 12 a 16 meses antes de ser engarrafado.
Vinho com um bom corpo, boa acidez e equilíbrio. A barrica aparece no vinho, mas bem integrada. Aromas típicos como frutas brancas, baunilha e chocolate branco surgiram com o tempo. Bom para beber agora, mas pode ser guardado por mais 1 ou 2 anos.

Catena Malbec 2008
100% Malbec dos vinhedos de Lunlunta, Agrelo, Altamira e Tupungato. Envelhecido de 12 a 14 meses em barricas francesas, sendo 20% novas e 25% em americanos.
Vinho considerado “básico” para a bodega, mas que apresenta uma ótima complexidade de aromas, mostrando bem a característica da Malbec, com um toque forte de violeta. É um vinho para quem gosta de estrutura, mesmo nos mais básicos.

Catena Alta Malbec 2007
100% Malbec dos vinhedos de Lunlunta, Agrelo, Altamira e Gualtallary. Envelhecido de 18 a 24 meses em barricas francesas, sendo 70% novas.
Um vinho que ainda está jovem e que precisa de comida para acompanhamento, mas com taninos muito finos. Em alguns anos (talvez 2) será um grande vinho, com ótima complexidade e tipicidade ao mesmo tempo.

Nicolás Catena Zapata 2007
70% Cabernet Sauvignon e 30% de Malbec (de Agrelo).
Permanece em barricas por 24 meses antes de engarrafamento.
Um vinho muito elegante e complexo, com toques de frutas vermelhas e negras se alternando, com uma coloração muito forte, intensa e brilhante. Melhor decantar por 1 hora antes de beber, pois terá um vinho mais aberto e com certeza, mais prazeroso.

Se você também é fã dos vinhos da Catena Zapata, recomendo a visita. Se for à Mendoza (ou para qualquer outro lugar), não deixe de programar a sua viagem com antecedência. Uma boa organização anterior evita transtornos e aborrecimentos durante sua tão esperada e sonhada viagem.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

2 Comentários

  1. 1

    Ola Daniel. Voce fez so a degustacao ou a visita completa? E possivel fazer so a degustacao? Neste caso e necessario reserva?
    Obrigado

  2. 2

    Adriano, eu estava com uma visita agendada porque eu ia gravar com eles, então precisava de tempo, mas a visita que fazem com o pessoal que visita é bem bacana. Não precisa agendar, mas você corre o risco de chegar e esperar um pouco ou então ter que entrar em uma que seja em inglês por exemplo.
    Se ligar lá ou perguntar pelo site, eles te passam as infos e você vai na hora certinha. Acho melhor.
    Abraços
    Daniel

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>