Casa Venturini Reserva Cabernet Sauvignon 2005

Esse vinho foi levado pelo meu amigo Álvaro Galvão (Divino Guia), que é não só uma assumidade no mundo dos vinhos como também na gastronomia. É impressionante o que esse cara conhece de comida e de vinhos. Qualquer bate papo com ele vira aula.

E o mais interessante não foi nem a degustação às cegas que ele propôs, mas sim as impressões que eu e o Celso Frizon (Rancho do Vinho) tivemos ao prová-lo. Eu chutei que seria um vinho italiano e o Celso acreditava ser um chileno.

Nenhum dos dois acertou e todos ficamos pasmos ao saber que era um vinho nacional, produzido pela Góes Venturini, com o intuito de entrar de cabeça no mundo dos vinhos finos. Fantástico beber um vinho que tenha a participação da Góes e que não me lembre aqueles vinhos simples, bebidos pelo meu pai e comprados por bem menos do que 10 reais a garrafa.

casa_venturiniEsse tinha uma coloração rubi muito intensa e viva, com um pequeno halo de evolução, mostrando até jovialidade. Suas lágrimas eram pintadas, grossas e lentas. Tudo muito harmônico.

No nariz, começou com frutas vermelhas maduras e um leve herbáceo. Algum tempo em taça e surgiram aromas mais evoluídos como um toque de chocolate e tabaco. Mais tempo de descanso (o vinho não morria nunca) e vieram mais terciários interessantes, agora tendendo à madeira fresca. Um show de aromas.

Em boca, muita maciez, taninos aveludados e acidez na medida. O final não é tão longo quanto eu esperava, mas claro que eu já estava encantado com o vinho nos aromas, o que me influenciou, com certeza.

Provei com a costela de ripa do Rancho do Vinho e foi muito bem. É um vinho que eu acredito que agrade muito aos brasileiros pela sua qualidade. Quem está acostumado com os vinhos Góes pode esquecer tudo quando provar esse vinho. É uma outra categoria.

Infelizmente não é fácil de achar esse vinho aqui em São Paulo, mas no sul é bem freqüente. Se alguém encontrar, pode comprar que não vai se arrepender.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

6 Comentários

  1. 1

    Oi Daniel,

    Conheci a Góes Venturini hà pouco, e fiquei muito surpreso pela qualidade de seus vinhos, alem da boa relação preço-beneficio deles. Experimenté um Chardonnay 2007, já evoluido mas miuto bom, um Sauvignon Blanc 2009 ótimo, com exelente tipicidade, e um Tannat que ainda não está no mercado. Eles fazem seus vinhos com uvas cultivadas em Livramento (Campanha Gaúcha) e o resultado tá sendo miuto bom.

    Abraço,

    DANIEL ARRASPIDE
    Montevidéu – Uruguai

  2. 2

    Daniel, realmente o Chardonnay deles é muito bom. Gostei também do Sauvignon Blanc. Provei o Tannat tirado da barrica. Me pareceu ter grande potencial. Eu vou ficar de olho neles, pois estão fazendo vinhos muito bem!
    Abraços
    Daniel

  3. 3

    Prezados, ficamos felizes em sermos reconhecidos pela qualidade, é isso o que planejamos ao iniciar no mundo dos vinhos, na verdde não temos muito que falar e sim continuar trabalhando em direção a esse objetivo. A preocupação ao acessar este espaço é no sentido de informar que estamos iniciando distribuição em SP, na montagem de equipe de atendimento e vendas. Pedimos que acessem http://www.casaventurini.com.br, e tb o email vendassp@casaventurini.com.br.
    obrigado

    Claudio Góes

  4. 4

    Claudio, parabéns pelo seu vinho.
    Quando tiver os pontos de distribuição pode me informar que eu divulgo aqui no blog, pois vale a pena conhecer.
    Um abraço
    Daniel

  5. 5
  6. 6

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>