Campolargo Pinot Noir 2005

Se você pensa que Portugal é só “Tinta Barroca, Tinta Roriz, Touriga Nacional, etc”, está enganado. Lá se faz também vinho com a uva Pinot Noir, e dos bons.

A vinícola Campolargo é tradicional no ramo vitivinícola, estando já em sua 4ª geração de produtores. Possuem vinhedos na Bairrada e é de lá que vem esse, que tem em sua composição 90% de Pinot Noir e 10% de Baga.

O vinho surpreende. Talvez em parte por eu não saber o que esperar de um Pinot Noir português, mas com certeza muito pela sua qualidade mesmo. Sobrou tipicidade. Com uma cor translúcida e muito brilhante, apresentou aromas de frutas vermelhas maduras, com toques adocicados. Um final com um leve toque de madeira deu um complemento elegante ao vinho.

Em boca, corpo leve / médio, mas com um final longo e muito equilibrado. Pra harmonizar, comi um prato de massa com codorna desfiada, que foi muito bem. A codorna tinha alguns toques adocicados em seu molho (e sua carne já apresenta naturalmente esses traços), que foi muito bem com o vinho. O resultado foi um conjunto harmonioso, que se complementou, formando um belo casamento, resultando num excelente almoço.

Custa em torno de 160 reais na Mistral.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>