Bodega Chacra tem Pinot Noir (e Merlot) de qualidade

Para quem gosta de Pinot Noir, uma boa pedida é conhecer a Bodega Chacra, lá da Patagônia, na Argentina. Recentemente o Sr. Piero Della Rochetta, que é da terceira geração de winemaker e criador do mítico Sassicaia, um supertoscano bastante conhecido, esteve no Brasil para apresentar seus vinhos.

Piero me pareceu um cara que não é de muita conversa, mas sabe bem o que está fazendo. Não foi à toa que comprou vinhedos na Patagônia, que segundo ele “qualquer um faz vinho bom por lá”. Obviamente o exagero precisa ser bem pensado, mas é fato que o lugar é bem propício. Ele mesmo tem vinhas velhas que foram encontradas abandonadas e que hoje dão vinhos de excelente qualidade.

A Bodega Chacra é orgânica e biodinâmica e por lá planta-se só Pinot Noir e Merlot. Uma aposta não tão diferente e nem um pouco sem pensar, pois a Pinot Noir tem ótimo clima para se desenvolver e a Merlot parece que não fica atrás.

Provei toda a linha que vem para o Brasil, que são 3 Pinot Noir e um Merlot. Não me lembro se tive oportunidade de conhecer todos anteriormente, mas o fato é que eles me agradaram muito, principalmente o Cinquenta Y Cinco, que eu conto um pouco mais abaixo.

 

Notas da degustação

Chacra Barda Pinot Noir 2010
Um vinho leve e delicado, que tem boa fruta, mas tem um toque floral bem aparente. Fica no meio termo entre os vinhos leves e os mais potentes. Fácil de beber e de harmonizar. Vinho de entrada, mas que sobra qualidade.
R$ 138,00

cinquenta_cincoChacra “Cinquenta y Cinco” 2010
Esse foi o meu preferido. Tem esse nome porque as vinhas foram plantadas em 1955. Bastante floral e frutas leves. Na boca é muito elegante. Tem 11,5 de álcool e isso mostra que da para fazer um vinho de baixo teor de álcool. Foi o que melhor harmonizou com a carne que eu comi (e que eu não imaginava que isso fosse acontecer)
R$ 298,00

Chacra “Treinta y Dos”  2008
O nome também vem da idade das vinhas, plantadas em 1932. Vinho intenso de cor e que tem toques de evolução. Pouca acidez e bom corpo. Na boca parece também mais velho do que é.
R$ 438,00

Chacra Mainqué 2009
Merlot que veio intenso na taça, com aromas ainda fechados e na boca parece que vai ficar levinho mas depois vem com toda força. Ótima acidez e gastronômico.
R$ 188,00

Os vinhos da Bodega Chacra são importados pela Ravin no Brasil.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

0 Comentários

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>