BCRUX Blend 2003

bcrux_2003Melhor do que eu esperava. Essa é a melhor definição para esse vinho, que estava já há mais de um ano na adega, esperando o momento certo para ser aberto.

Esse vinho tem um corte interessante: 60% de Tempranillo, 20% de Malbec, 10% de Merlot e 10% de Syrah e é produzido em Mendoza, na Argentina. A impressão que eu tive foi a de beber um “tempranillo mais macio”.

Em taça, o vinho mostrou-se com uma coloração bem viva e com um bom halo de evolução. Acho que daria pra guardar mais 1 ano no máximo. Mas tenho a leve sensação de que abri no seu ápice.

No nariz, uma explosão de aromas: frutas vermelhas combinadas com um caramelo no final, mesclando com uma pontinha de couro. Depois de algum tempo, mostrou-se ainda mais frutado. Ou seja, evoluiu bastante!

Na boca, muito suave. A cada gole eu pensava nos seus 14,5º de álcool, que nem de longe eram percebidos. Um vinho muito equilibrado e com um final longo e de deixar saudades.

A O.Fournier tem vinhedos em vários países (Espanha, Argentina, Chile) e sempre nos brinda com ótimos blends, como esse. O seu “superior” é o Alfa Crux, que deve ser um espetáculo. Ainda não provei, mas espero em breve ter a oportunidade.

Esse vinho é importado pela Vinci Vinhos (do nosso amigo Ciro, da Mistral) e custa em torno de 75 reais. Um preço mais do que justo por esse excelente vinho. Prove e confira!

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>