Batistello Cabernet Franc 2005

Recentemente estive na loja da Cecília, chamada DO Brasil. A loja iniciou com a proposta de ter vinhos brasileiros de qualidade e muitos desconhecidos. Infelizmente não conseguiu manter só com o portfólio nacional, mas pelo menos os vinhos brasileiros ainda representam a maior parte das vendas.

E foi lá que eu conheci o Batistello Cabernet Franc. Na verdade, em uma conversa com a Cecília eu comentei sobre o meu gosto especial por essa casta e ela me disse que tinha um vinho muito bom pra me mostrar. Eu tenho que admitir que não acreditei muito, mas claro que resolvi arriscar.

Que bom que eu arrisquei. O vinho é realmente muito bom e a Cecília tinha razão. Foi um dos melhores vinhos brasileiros feitos com Cabernet Franc que eu já provei.

O vinho já estava bem evoluído, com uma coloração tendendo ao granada, com um bom halo aquoso alaranjado. Mas o que mais me impressionou foram os seus aromas, que iam evoluindo com o tempo em taça, formando um belo bouquet composto de aromas terciários (charuto, chocolate), especiarias (pimenta branca), frutas em calda (ameixa) e até um leve toque terroso (esse eu acho que é do terroir brasileiro). Eu fiquei com o vinho aberto por aproximadamente 2 horas e ele estava muito vivo o tempo todo.

Em boca os taninos estavam bem macios e o final é de média duração, mas sem amargor e muito saboroso.

Um vinho fantástico, que me encantou e me deixou com gostinho de “quero mais”. Eu realmente nunca tinha nem ouvido falar da Batistello, mesmo tendo ido à serra gaúcha algumas vezes. Essas belas surpresas com o vinho brasileiro me encantam…

Obrigado Cecília, pela ótima dica. Obrigado Batistello, pelo ótimo vinho!

Ah, eu não poderia terminar sem falar o melhor de tudo, que é seu preço: custa 26 reais!

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

4 Comentários

  1. 1

    Daniel,

    no final de agosto estive no RS novamente. Resolvi beber vinhos “diferentões”. Experimentei produtos da Torcello, Larentis, Batistello e outros que não me lembro agora. Fiquei surpreso. São vinhos equilibrados em sua acidez e excelentes para o dia-a-dia, porque são fáceis de beber e porque são BARATOS!

    Tive uma “informação privilegiada” de que os tannat da safra 2009, mesmo os mais baratinhos, estão num nível interssante de qualidade.

    Saúde!

    Gil

  2. 2

    Gil, ótima dica. Eu adoro provar esses vinhos diferentes. É fato que muitas vezes a gente fica decepcionado, mas faz parte do jogo. No da Batistello, demos sorte.
    Abraços
    Daniel

  3. 3

    É uma pena que produtos de qualidades como esse vinho brasileiro seja raro de se encontrar, mas, os supermercados estão abarrotados de vinhos com qualidade muito inferior, porém estrangeiros. Vai entender.

    Abraços.

  4. 4

    Ricardo, acredito que muito seja por conta do preconceito que ainda impera nos consumidores em geral. Precisamos mudar nossos hábitos e incluir mais vinhos brasileiros em nosso “cardápio”, aí com certeza veremos mais rótulos nas prateleiras.
    Abraços
    Daniel

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>