Aurora Conde de Foucauld Brut

Estou já há algum tempo para provar esse espumante. Durante o carnaval (2010) eu fiz uma garimpagem em alguns supermercados em São Paulo para saber o que estavam oferecendo de espumantes e vinhos brancos. Encontrei algumas coisas muito interessantes. No meio delas, esse me chamou a atenção e eu resolvi levar.

Produzido pela gigante Vinícola Aurora e feito com Riesling e Semillon (uma mistura interessante) pelo método Charmat – ou fermentação em tanques, como queiram – esse espumante apresenta algumas características bem peculiares.

aurora_foucauld_brutDevido à sua composição de uvas, os aromas não são aqueles clássicos que estamos acostumados a encontrar por aí. Nele encontramos alguns aromas adocicados lembrando amêndoa, frutas brancas doces e um toque cítrico forte.

Em boca ocorreu um fato interessante. Logo ao abrir e degustar, o espumante me trouxe um toque de amargor. Algo um pouco estranho, pois não deveria ter essa característica. Após algum tempo aberto, tanto seus aromas quanto seu retrogosto evoluíram bastante. Seu final tornou-se mais adocicado e contrastou muito bem com alguns queijos (inclusive azuis) provados e também alguns embutidos.

É relativamente barato (custa em torno de 18 reais no supermercado) e é uma boa alternativa para os já conhecidos. Vale a pena provar e entender esse espumante. Pra mim, foi a primeira vez que encontrei um com essa combinação de uvas. Valeu a experiência.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

4 Comentários

  1. 1

    Daniel,

    A Aurora ainda deixa muito a desejar no terreno das espumantes. Acho que êles ( a coperativa), estão muito focados em produtos “de carregação” no método Charmat, produzidos em enorme quantidade e a preços muito acessíveis.
    Vão ter que melhorar muito para enfrentar a forte concorrência no segmento.

    Sds

  2. 2

    Paulo, concordo com você. E pra falar a verdade eu até me surpreendi (positivamente), pois eu estava esperando algo até mais simples, mas realmente ainda falta muito para concorrer com o que estamos vendo de excelência por aí…

    Abraços

    Daniel

  3. 3
  4. 4

    Luiz, permita-me discordar. Eu acho que a Aurora precisa melhorar bastante os seus espumantes se quiser competir com o que tem sido produzido aqui mesmo no Brasil, pois os produtores estão investindo muito em qualidade. Mas a sidra é um produto totalmente diferente.
    Abs
    Daniel

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>