As novas marcas da Ravin vieram para abalar

Já falei aqui algumas vezes que eu acredito que a Ravin seja uma das grandes revelações do mercado. Os sócios são arrojados e a equipe está sempre alegre e animada. E não é pra menos. Os caras não param de crescer e aparecer.

E foi numa noite de grande animação na Vinheria Percussi que Rogério D´Avila e Alberto Porto Alegre (os sócios) apresentaram os seus novos rótulos (e alguns já conhecidos) para o mercado. Prometeram trazer produtos de alta qualidade e cumpriram.

O catálogo da Ravin está mais gordo (numa associação livre ao mascote da empresa), mais robusto e com opções para todos os bolsos.

Falar de todos os vinhos aqui seria uma tarefa difícil por conta da quantidade de informações, mas com certeza os vinhos da Ravin habitarão o Vinhos de Corte sempre, então hoje destaco quatro que eu provei no lançamento e me chamaram a atenção pela sua qualidade.

Valdivieso Single Vineyard Cabernet Franc 2008
Um típico Cabernet Franc, com aromas herbáceos, toques de especiarias e um traço de frutas vermelhas bem de leve. É um vinho que encanta por ser ao mesmo tempo rústico nos aromas e elegante na boca.
 

 

Scharzof 2009
Esse foi unanimidade entre as pessoas durante o evento. Um Riesling de respeito, com grande tipicidade, esbanjando mineralidade, toques de frutas brancas, ótima acidez e final bem elegante. É um vinho que acompanhou muito bem os queijos brancos moles mais fortes do buffet. Se você gosta de Riesling, prove esse que não vai se arrepender.

 

Chateauneuf-du-Pape Tradition AOC 2007
No nariz é exuberante, com muitas frutas negras contrastando com toques bel sutis de alcaçuz. Um vinho elegante e que deve ser harmonizado com cuidado. Só preste atenção porque ele é um pouco quente na boca, por conta dos seus 15% de álcool. Se puder resfriar um pouco mais do que o normal, talvez ele mostre ainda os aromas e perca um pouco o álcool, mas é um belo exemplar da região.

 

Nipozzano Riserva Chianti  Rufina DOCG 2007
A vinícola Frescobaldi dispensa maiores apresentações, pois é uma das mais renomadas da Itália, com um belíssimo portfólio de produtos. Esse Chianti Rufina mostra como um vinho daquela região pode ao mesmo tempo ter uma ótima acidez e ser leve e fácil de tomar. Pra acompanhar uma boa macarronada ao molho pomodoro é a grande pedida.
 

 

Gostou das sugestões? Então sugiro uma visita à Ravin com calma, pra conhecer o que eles têm de interessante por lá. tenho certeza que vai encontrar alguma coisa que lhe interesse.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

3 Comentários

  1. 1
  2. 2
  3. 3

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>