Amarone Classico Lena di Mezzo

Falar sobre Amarones para mim tem um significado muito grande, pois além de serem vinhos realmente especiais (sim, também são caros, infelizmente), eu já gostava muito deles desde que eu comecei a me interessar por vinhos, mas foi numa viagem à região de Valpolicella, no Veneto, que eu me apaixonei de vez por esse tipo tão especial de vinhos.

Para quem ainda não conhece, uma rápida explicação: o amarone é feito com uvas passificadas, que são colhidas e deixadas em esteiras secando por diversos dias. Isso faz com que o açúcar se concentre dentro dos bagos e o vinho torne-se ainda mais intenso.

Via de regra, um Amarone é intenso, encorpado e alcóolico. Há exceções, mas não trabalhe com elas. Quando encontrar-se com um vinho desses, já espere essas características.

E recentemente eu tive o grande prazer de abrir um vinho que eu trouxe de lá, da minha viagem. Foi o Lena di Mezzo, da vinícola Monte del Frá, que hoje é importada pela Domno do Brasil.

Esse era da safra de 2007, ou seja, com 13 anos de idade. E que delícia, meus amigos! Quando foi aberto estava com os aromas ainda tímidos, mas foi preciso só uns minutinhos nas taças para ele começar a se abrir e ficar incrível! Me lembrou muito jabuticabas, mas é claro que tinha um monte de outros aromas junto.

Por ser muito intenso, passou por cima do meu ragú com polenta e eu sinceramente nem saberia qual comida daria mais certo.

O fato é que se você tiver a oportunidade de comprar um vinho desses e a paciência de guardar uns anos, vai ter uma das melhores experiências de sua vida nos vinhos. Te garanto!

 

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>