Aliwen Reserva Pinot Noir 2008

O mais legal do mundo dos vinhos é que quanto mais você sabe e conhece, mais você percebe que não sabe e não conhece nada.

Eu nunca tinha ouvido falar nem visto nada da vinícola Undurraga, que é a produtora desse vinho. Comprei em uma ida a um evento tipo “outlet” por pura curiosidade. Aí comentei com algumas pessoas e praticamente todas com quem falei, conheciam a vinícola. Recentemente estive no Grand Tasting da Grand Cru e conversei com o enólogo que era proprietário da vinícola, por acaso. Fiquei bastante contente de saber que a Undurraga é uma bela vinícola e que tem ótimos vinhos, pois todos elogiaram.

E esse Pinot Noir não foge à regra. Gostei bastante do que eu encontrei, principalmente considerando o seu preço.

Produzido no Vale do Maipo, é um vinho com uma coloração rubi clara, levemente translúcida e praticamente sem halo de evolução. No nariz aparecem as notas de frutas vermelhas bastante maduras e um toque adocicado no final. Esse passa por barrica durante 6 meses.

Em boca a sua acidez é alta e seu final não tem amargor. Todos os requisitos que eu esperava em um vinho como esse. É um bom Pinot Noir que custa na faixa de 30 reais. Não é fácil encontrar vinhos dessa casta por esse valor.

Esse é encontrado no Carrefour e vale a pena ser provado. Deve ir muito bem com carnes leves e brancas. Dá pra arriscar com queijos também. Eu provei com um queijo com geléia de damasco. Não foi o casamento perfeito, pois deu um toque de amargor no final, mas também não foi a pior combinação. Pode ser melhorado com alguma geléia que tenha menos açúcar.

É tentar para saber, não é mesmo?

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>